Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Alumnus da U.Porto entra na lista dos curadores mais influentes do mundo
28-11-2018

João Fernandes, antigo estudante da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e diretor do Museu de Serralves, foi considerado uma das personalidades mais influentes no mundo da arte contemporânea, pela revista especializada ArtReview.


O curador e também atual subdiretor do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía entra para a 51.ª posição da lista ?Power 100', juntamente com o espanhol Manuel Borja-Villel (diretor deste museu).

João Fernandes e Manuel Borja-Villel assumem particular relevância pelo facto de "resistirem à atração da exposição blockbuster", e pela realização de um trabalho que assenta "num programa eclético de nomes cujo trabalho não é necessariamente omnipresente no circuito dos museus nacionais", tais como as exposições dedicadas ao cartoonista norte-americano George Herriman e ao poeta Fernando Pessoa.

João Fernandes, que se licenciou em Línguas e Literaturas Modernas pela FLUP, assumiu o cargo de subdiretor do Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía em 2012, depois de ter dirigido o Museu de Serralves durante nove anos.

O seu currículo conta já com a organização, como comissário independente, de diversas exposições em Portugal, Espanha e França. Foi também comissário das representações portuguesas na 1.ª Bienal de Arte de Joanesburgo, em 1995, na 24.ª Bienal de Arte de São Paulo, em 1998, e na 50.ª Bienal de Veneza.