Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

A excelência da dança pelo Ballet da Ópera de Lyon
07-02-2019
O Ballet da Ópera de Lyon estreia as coreografias de dança contemporânea, Dance + Set and Reset/Reset, no Grande Auditório do Rivoli, a 16 e 17 de fevereiro, às 19 horas e 17 horas, respetivamente.

O trabalho das coreógrafas pós-modernistas Lucinda Childs e Trisha Brown enquadra-se no movimento da Judson Church, apresentando-se como obras de dança minimalistas.

Dance, de Lucinda Childs, é uma obra hipnótica e repetitiva que conta com a participação do artista plástico Sol Lewitt. A performance inclui a projeção de um filme, num ecrã translúcido no cenário, proporcionando um duplo virtual a cada um dos 17 bailarinos.

Trisha Brown, que faleceu em 2017, criou Set and Reset, juntamente com o pintor Robert Rauschenberg e com a compositora Laurie Anderson, que explora os conceitos de liberdade, acumulação e desconstrução do movimento, claramente contemporâneo.

Pela primeira vez, existe fora de Paris uma companhia que confere à dança um lugar de excelência. O Ballet da Ópera de Lyon possui, atualmente, um repertório de 117 obras, sendo que mais de metade das mesmas são criações próprias.

Da lista de coreógrafos que trabalharam em Lyon, fazem parte os pioneiros da nova dança francesa como Mathilde Monnier, Jean-Claude Gallotta, os tenores da dança americana moderna, como Trisha Brown, Merce Cunningham, Lucinda Childs, os coreógrafos do pós classicismo William Forsythe e Benjamin Millepied ou da "next wave", como Otto Ramstad.

Ver aqui para mais informações.