Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Universidade Júnior 2020 está suspensa, mas continua online
15-06-2020
A edição deste ano da Universidade Júnior, o maior programa nacional de iniciação ao ambiente universitário, está suspensa face à incerteza da evolução da pandemia de Covid-19. Ainda assim, a Universidade Júnior poderá realizar-se no formato online ou ainda ao ar livre, conforme comunicado da organização

"Em função da evolução da situação, poderão vir a ser preparadas algumas atividades de ar livre para diversas idades, e também para os mais novos (6 aos 12 anos), no âmbito dos programas sazonais de Verão", garante a organização.

Esta decisão da U. Porto decorre das orientações e recomendações das autoridades de Saúde. Num comunicado publicado no website do programa, a organização justifica a decisão "face à incerteza atual e ao facto de a Universidade Júnior estar recheada de um conjunto de atividades muito diversas nos espaços da Universidade do Porto, com uma componente prática e interativa muito forte".

Deste modo, mantém-se ativo o programa de atividades gratuitas lançado em abril passado, a pensar nos "júniores" que estão "confinados" em casa, bem como nas respetivas famílias. Desvendar os princípios da escrita criativa, aprender a fazer um mapa do tesouro e rematar com uma deliciosa receita de pão-de-ló são apenas alguns dos mais de 20 desafios que podem ser encontrados nesta UJr ao "domicílio". Tudo isto sem sair de casa e utilizando materiais simples do dia-a-dia.

As atividades disponíveis (e em permanente atualização) podem ser encontradas no site da Universidade Júnior, clicando em programas sazonais no menu lateral. A partir daí, basta escolher a atividade pretendida, descarregá-la para o computador e pô-la em prática em qualquer altura.

Vale a pena salientar que na edição de 2019, mais de 7500 crianças e jovens do 5.º ao 11.º ano de escolaridade frequentaram as salas e laboratórios da U.Porto durante o mês de julho e a primeira semana de setembro.

Desde 2005, o programa já deu a mais de 65 mil alunos a possibilidade de conhecerem e experimentarem in loco as diferentes áreas de conhecimento lecionadas na Universidade.