Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Zona do Foco vai ter estacionamento de duração limitada e áreas exclusivas para moradores
23-03-2018
O alívio da forte pressão de estacionamento no Foco, bem como a criação de áreas exclusivas para viaturas de moradores, está na base da implementação, no local e em arruamentos adjacentes, de Zonas de Estacionamento de Duração Limitada (ZEDL). 

Com a medida, a Câmara do Porto pretende melhorar as condições de mobilidade e de usufruto do espaço público, atendendo ao facto de nesta zona na Boavista ser frequente o estacionamento obstruente. Acresce que, sendo uma área residencial, são os moradores os principais lesados.

As ZEDL são zonas da cidade, devidamente sinalizadas, onde o estacionamento na via pública é pago pelo utilizador, de acordo com a tarifa aplicada. A sua implementação promove a rotatividade dos lugares de estacionamento, impede situações abusivas de apropriação da via pública e permite garantir lugares disponíveis para os residentes.

No desenho da ZEDL do Foco, que entrará em funcionamento nos próximos dias, foi por isso considerada a criação de bolsas para moradores, ou seja, zonas exclusivas para viaturas de residentes, mediante a aquisição de avença anual. Podem ser atribuídas até três avenças por fogo.

A ZEDL do Foco vai ao encontro da estratégia de mobilidade preconizada pela Câmara do Porto, que este ano avançou com a apresentação do novo regulamento de estacionamento. A alteração às normas regulamentares das Zonas de Estacionamento de Duração Limitada e Lugares de Estacionamento Privativo foi aprovada em reunião de Executivo em janeiro e esteve já em período de discussão pública. Considerando o facto de o estacionamento na cidade ser finito, o regulamento permitirá lidar com maior facilidade com pontos de pressão que já se encontram no limite, como explicou o presidente da Câmara, Rui Moreira.