Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Visita ao cemitério de Agramonte
10-02-2016

Vários estudantes, em mobilidade internacional (Erasmus +), visitaram o Cemitério de Agramonte, no âmbito do Programa Porto Acolhe.


O Porto Acolhe foi implementado em 2007, resultado de uma parceria entre vários serviços municipais e Entidades de Ensino Superior, e tem como objetivo facilitar a integração dos estudantes em mobilidade.


A visita teve a colaboração da Divisão Municipal de Parques Urbanos e foi conduzida por Francisco Queiroz, doutorado em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com a tese "Os Cemitérios do Porto e a Arte Funerária em Portugal".


O Cemitério de Agramonte abriu em 1855. A sua capela, projetada pelo engenheiro Gustavo Adolfo Gonçalves, foi construída em 1870/1871, e ampliada em 1906 pelo arquiteto Marques da Silva. Os frescos em estilo bizantino foram obra de Silvestro Silvestri, em 1910.


No cemitério estão sepultadas diversas personalidades, como o Conde de Ferreira, o escultor Henrique Moreira e o arqueólogo António Augusto da Rocha Peixoto. As sepulturas, com obras de António Soares dos Reis e António Teixeira Lopes, são uma coleção representativa do trabalho escultural português.