Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Velvet Carpet de Pedro Prazeres tem estreia no Ateneu Comercial do Porto
27-03-2019
O coreógrafo e arquiteto paisagista Pedro Prazeres apresenta em estreia a sua mais recente criação, "Velvet Carpet", pelas 19 horas desta quinta-feira, 28 de março, no Ateneu Comercial do Porto, no âmbito do Vivarium Festival.

"Velvet Carpet" é uma obra duracional em constante reconfiguração e repetição, que cruza projeção vídeo, música ao vivo e dança, relacionando-as com o lugar de apresentação e o público.

A criação de Pedro Prazeres, com composição musical e interpretação ao vivo de Jorge Queijo, estabelece uma paisagem etérea e intemporal que pretende ser um espaço de ligação, em que "quando o objeto não está a ser ativado pela performance, o rasto audiovisual transforma-se numa cenografia viva, uma instalação disponível para constantemente ser habitada e ativada pelo público".

Esta apresentação está inserida na programação do Vivarium Festival, que decorre entre 28 e 30 de março, em vários locais da cidade, e é  promovido a partir da parceria entre o maus Hábitos, a Saco Azul e a Câmara do Porto.

Pedro Prazeres trabalha no cruzamento disciplinar entre a arquitetura paisagista e a coreografia, criando obras que exploram a relação entre espaço, indivíduo e o etéreo. Nessa interseção de dança e paisagem, uma das questões centrais do seu trabalho é a forma como o Homem transforma o ambiente em que se insere e como esse ambiente transformado o condiciona.

As suas instalações de dança e performance têm sido apresentadas em vários festivais internacionais, como o DDD - Dias da Dança, no Porto, ou o FIDCU, em Montevideo, em espaços instituições como a Fundação de Serralves ou a Galeria Nacional de Praga e em diferentes paisagens urbanas e rurais. Trabalha também como dramaturgo de dança e leciona vários workshops para bailarinos profissionais e para o público em geral, tendo colaborado com artistas como Antonjia Livingstone, Mathilda Maya Carroll, Joclécio Azevedo, Martha Moore, Fabrice Ramalingom, Mette Ingvartsen e Christine Quoiraud, entre outros.

A criação "Velvet Carpet" foi um dos projetos apoiados em 2018 pelo Criatório, programa da Câmara do Porto para apoio à criação artística.