Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Vasco da Gama: 100 anos só se fazem uma vez mas celebram-se por três dias
23-02-2020
O Sporting Clube Vasco da Gama completou na passada quinta-feira, 20 de fevereiro, um século de existência e de serviço ao desporto, com destaque para o basquetebol. Mas as comemorações prolongaram-se até à noite de sábado.

Foi então que toda a família vascaína se juntou para festejar a data num jantar comemorativo realizado no Pavilhão do Parque das Camélias, que contou com vários convidados ilustres.

A história do centenário clube portuense está também, a partir de agora, perpetuada num livro de "Memórias", da autoria de Manuel Nunes, que foi apresentado ao final da tarde de sábado pelo historiador Hélder Pacheco.

No jantar de encerramento do programa comemorativo dos 100 anos do Vasco da Gama, marcaram presença várias personalidades, desde logo o Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, que, em nome do Governo, atribuiu a Medalha de Honra ao Mérito Desportivo do Sporting Clube Vasco da Gama.

Representando a Câmara do Porto, a vereadora da Juventude e Desporto, Catarina Araújo, foi eleita sócia honorária do clube que se tornou durante estes 100 anos numa referência do basquetebol nacional e ajudou a levar esta modalidade aos jovens dos bairros do Porto, também representados nas comemorações pelo presidente da União de Freguesias do Centro Histórico, António Fonseca.

Vítor Dias, diretor Regional do Norte do IPDJ, Ilda Figueiredo, vereadora da CDU na Câmara do Porto, César Navio, administrador da empresa municipal Ágora - Cultura e Desporto, Manuel Fernandes, presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol, e Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, foram alguns dos muitos convidados da cerimónia final, que se prolongou madrugada dentro e encerrou com Manel Cruz a cantar em palco o hino do SC Vasco da Gama.