Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Universidade do Porto lidera
05-01-2016

São cerca de 300 estudantes estrangeiros que, neste ano letivo, estão matriculados na Universidade do Porto, ao abrigo do Estatuto do Estudante Internacional (EEI), em funcionamento desde março de 2014. A instituição de ensino superior da cidade lidera no ranking nacional, seguida pela Universidade de Coimbra. A afectividade e hospitalidade dos portuenses, aliada à qualidade do ensino, são algumas das razões evocadas pelos estudantes estrangeiros que escolheram o Porto para estudar.


Mfoutou Geloy tem 27 anos e é congolês. Audri Maulana é indonésio, com 24 anos. Dorota Stankiwicz tem 26 anos e vem da Polónia. Em comum estes três jovens têm o facto de serem estudantes estrangeiros que frequentam a Universidade do Porto. São apenas três, de uma população de 300 estudantes, que, quatro meses depois de chegarem à cidade revelam a experiência que têm vivido. Em declarações ao jornal Público, Geloy refere que "as pessoas no Porto são muito acolhedoras", Maulana reitera ao afirmar que "aqui não há medo de estrangeiros e toda a gente é amigável". A polaca Dorota diz que se "apaixonou" pela cidade e que "decidiu que ia fazer tudo o que fosse possível para viver aqui".

  

Para Carlos Ramos, vice-presidente do Instituto Politécnico do Porto (IPP) para a área da internacionalização, este crescimento no número de estudantes internacionais é muito importante, tanto ao nível da organização das instituições, como ao nível financeiro, mas sobretudo destaca-se a mais-valia que existe resultante da interação entre estudantes nacionais e estrangeiros.

 

Estes números referem-se apenas aos estudantes estrangeiros ao abrigo do Estatuto do Estudante Internacional, não sendo contabilizados os inscritos em outros programas de mobilidade. Este programa foi lançado em março de 2014 e, na altura teve apenas 11 inscrições. Neste ano, foram cerca de 300 os alunos que chegaram à U.Porto. O Estatuto do Estudante Internacional foi elaborado para todos aqueles candidatos que não possuam nacionalidade portuguesa ou de outro Estado membro da União Europeia. De acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Educação e Ciência, são cerca de 200 as nacionalidades representadas no ensino superior nacional. A maior parte destes estudantes provêm dos países membros da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa).

 

No ano letivo 2009/2010 eram cerca de 19 mil, os estudantes estrangeiros matriculados em instituições de ensino superior em Portugal. Hoje, são cerca de 34 mil. Um aumento de, aproximadamente, 74% em apenas cinco anos. No final do ano passado, a maior base de dados mundial sobre experiências de estudantes internacionais - SteXX.eu - avaliou Portugal como o nono destino favorito dos seus mais de 7000 utilizadores, com uma pontuação média de 8,9 valores, em 10 possíveis. Em paralelo, a Universidade do Porto e o Instituto Politécnico do Porto receberam a classificação de "excelente".