Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Universidade do Porto é das 100 melhores da Europa a nível de empregabilidade
19-09-2018
A Universidade do Porto (U.Porto) está entre as 100 melhores universidades da Europa e entre as 250 a nível mundial em relação aos índices de empregabilidade dos alunos.

Os dados, divulgados pela academia na sua página da Internet, resultam da última edição do QS Graduate Employability Ranking, entidade que faz um dos rankings universitários mais consagrados a nível mundial, e que publica pela 4.ª vez uma lista sobre a empregabilidade das instituições. Foram divulgados esta semana pela consultora britânica Quacquarelli Symonds.

Entre as 497 instituições de ensino superior analisadas, a U.Porto ficou classificada a nível mundial no intervalo 201-250, numa lista dominada pelas universidades norte-americanas. Quando comparada apenas com as instituições europeias, a Universidade do Porto alcança o top 100, classificando-se na posição 75-105 da Europa.

Os valores representam uma melhoria em relação às classificações obtidas no ano anterior, onde a instituição ficou colocada no intervalo 100-122 a nível europeu e surgia nas posições 251-300 mundial, tendo ainda sido "a única universidade portuguesa a melhorar a sua pontuação total" na edição deste ano do QS Graduate Employability Ranking.

A pontuação é retirada da avaliação de cinco indicadores que pretendem identificar os níveis quantitativos e qualitativos da empregabilidade dos graduados de cada universidade: reputação da universidade entre os empregadores (que conta para 30% da nota final), sucesso dos graduados no mercado de trabalho (25%), número de parcerias com empresas por docentes de cada universidade (25%), incentivos ao contato direto entre empregadores e estudantes (10%) e taxa de emprego de graduados de cada instituição (10%).

A nível nacional, a Universidade do Porto coloca-se no segundo posto, ex aequo com a Universidade Nova de Lisboa e logo atrás da Universidade de Lisboa, classificada na posição 181-190 mundial.