Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Transporte público bate recordes de transporte de passageiros no Porto
20-04-2017

Metro e STCP bateram recordes no Porto, no primeiro trimestre do ano. A Metro transportou mais de 15 milhões de passageiros e cresceu 8% na cidade. A STCP inverteu uma tendência negativa de muitos anos, tendo crescido cerca de 10%. Estes números mostram o sucesso da política de mobilidade da cidade, que tem privilegiado o transporte público, com mais faixas BUS, diminuição dos tempos de espera nas vias estruturantes e maior rotatividade no estacionamento à superfície.


Segundo a Metro do Porto divulgou hoje no seu site oficial, em 2017 o sistema obteve a melhor marca de sempre no primeiro trimestre de um ano, superando pela primeira vez na sua história a marca dos 15 milhões de clientes entre Janeiro e Março. O primeiro trimestre de 2017 representa um crescimento de 8 por cento face a 2016, com um adicional de 1,1 milhões de validações. A Linha Amarela e a Linha Violeta lideram o ranking do aumento de procura.


Depois dos 13,8 milhões de passageiros em 2015 e dos 13,9 em 2016, 2017 trouxe ao Metro do Porto o melhor primeiro trimestre de sempre, com 15 milhões de clientes (15.015.860, com rigor à unidade). Trata-se de um aumento de 8 por cento face ao ano anterior, num trimestre em todos os meses tiveram uma variação positiva face ao período homólogo. Em termos de média de clientes por dia útil nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março, foi superado o valor das 200 mil validações/dia.


Isoladamente, todas as linhas da rede de Metro obtiveram um aumento no número de validações, com especial destaque para o crescimento de 26% na Linha Violeta (E), que serve a Estação do Aeroporto. Foram registadas, nesta linha, mais de 205 mil validações, o que corresponde a cerca de 400 mil clientes no período. Não sendo muito significativo quanto a valores absolutos, o crescimento percentual da Linha Violeta é relevante em termos relativos, uma vez que o serviço de Metro tem vindo a crescer acima do aumento do tráfego aéreo no Aeroporto Internacional do Porto, com mais 26%.


A Linha Amarela (D), que faz a ligação entre o Porto e Vila Nova de Gaia, teve igualmente um desempenho notável no período em análise. Em 2017, manteve o maior registo de validações em toda a rede, mais de 4,5 milhões de clientes, e com a segunda maior progressão relativamente a 2016 (mais 9,8%). A tendência crescente verificou-se nas restantes linhas, que também viram os seus índices de procura reforçados por comparação a 2016. A Linha Azul (A) cresceu 7,8%, seguida das linhas Verde (C) e Laranja (F), ambas com valores muito semelhantes e próximos dos 5,6%. Por fim, com um incremento mais subtil, a Linha Vermelha (B), que serve Vila do Conde e a Póvoa de Varzim, cujo valor da procura aumentou aproximadamente 1,7%.


Segundo dados recolhidos pela Câmara do Porto, a STCP, que desde o nascimento da Metro do Porto vinha a perder clientes, regista agora um crescimento substancial, perto dos 10% e mesmo acima do registado pela Metro, o que mostra que os portuenses estão a usar cada vez mais o transporte público e é também indicador dos níveis crescentes de atividade económica na cidade e que haverá, também, nesta altura, um aumento total de população a viver na cidade. Estes dados indiciam, por isso, a inversão de tendências com mais de 40 anos.