Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Teatro do Bolhão recebe os Amigos Imaginários da realizadora Rita Barbosa
01-06-2018

O Teatro do Bolhão recebe neste sábado, pelas 21 horas, o ensaio-aberto do filme-performance "Amigos Imaginários" de Rita Barbosa. Com sonorização ao vivo, este é mais um projeto com assinatura do Criatório e a sessão tem entrada gratuita.


"Amigos Imaginários" é um filme-performance no qual o público é convidado a assistir à projeção de um filme em fase de montagem, que é sonorizado ao vivo num estúdio de foley (ou Bruitage) que é uma técnica de criação de efeitos sonoros gravados em estúdio, onde sons de passos, portas a fechar, trovões, etc., são reproduzidos por sonoplastas em sincronia com o filme, com o objetivo de conferir mais realismo às cenas.

Com a participação de Rui Lima, Sérgio Martins, Daniel Pizamiglio, a colaboração de Jonathan Saldanha e a direção de fotografia de Jorge Quintela, esta é uma especulação sobre o que poderá ser o cinema, tirando partido de um dos artifícios mais utilizados para a construção da ilusão da verdade.

O filme propõe desiludir o espectador, impedindo que este se esqueça da irrealidade e dos truques da magia do cinema, ao fazer crer que tudo é verdade.

Um realizador diletante e três performers não-profissionais do foley fazem do filme uma partitura. Enquanto o gesto dos performers procura de forma literal e obsessiva os ruídos que mexem com as coisas e com os seres do filme, o que vemos é o desmantelar da ilusão, pondo a nu os mecanismos da mentira.

O realizador aproveita-se da oportunidade para jogar com as possibilidades, fazendo experiências com narrações que oscilam entre o "mundo contado" em pequenas e lúdicas histórias e o "mundo comentado" em desabafos de um montador inquieto.

A natureza das imagens e dos sons constrói-se a partir de uma coleção de anotações, entre o diário e o ficcional, num contraponto entre imagem-filme e imagem-performance. Como num espaço neo-cubista, a verdade é libertada dum automatismo percetivo, abrindo caminho ao acaso e evocando fantasmas - os amigos imaginários.

Este é mais um projeto apoiado pelo programa municipal de incentivo à criação artística Criatório, que começou na passada quarta-feira a apresentar também o projeto "INsono: o ouvido secreto das plantas - Jardim Sonoro", da Sonoscopia.