Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Startup do Porto já se "cola" ao mundo como uma Lapa
02-06-2017

É leve, pouco maior que uma moeda e existe para tomar conta do que não se deseja perder. Chama-se Lapa, é um localizador desenvolvido por uma startup do Porto e já tem mais de 50 mil utilizadores pelo mundo. Caso de sucesso global, surge como bom exemplo do clima empreendedor e inovador que move a cidade. Ao abrigo de uma parceria com a Câmara, esteve presente nos European Design Awards, no passado fim-de-semana, e vai estar no stand Porto. no NOS Primavera Sound, no Parque da Cidade, de 8 a 10 deste mês.


Primeiro, o produto: associada a uma aplicação móvel gratuita, a Lapa é um dispositivo que permite localizar o que recorrentemente perdemos. Quem nunca andou à procura das chaves de casa, da carteira, do telemóvel, do guarda-chuva? Útil também para seguir os passos de animais ou mesmo crianças, conecta-se ao telemóvel através de Bluetooth Low Energy, emitindo alertas de som e luz que indicam onde está o que se procura ou avisam quando algo que nos é importante fica para trás. Se o objeto assinalado é o próprio telemóvel, é bom saber que a Lapa fá-lo tocar mesmo que o tenhamos posto em silêncio. Caso o que se perdeu esteja fora do campo de alcance do telemóvel, encurta-se caminho para o encontrar: além de ser dada a última localização, pode utilizar-se a app para reportar a perda à comunidade de utilizadores da Lapa ou pedir rapidamente ajuda aos amigos no Facebook.


Agora, a cronologia do sucesso: cofundada em 2013 por João Lobato Oliveira (CEO) e Luís Certo (CTO), a startup - que após passar pelo UPTEC está agora no Centro de Incubação Portugal Global, da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) - lançou a primeira versão do produto Lapa em 2014 com a realização da maior campanha de crowdfunding em Portugal até à data (perto de 90 mil euros). Em 2015, uma nova campanha de financiamento coletivo e uma ronda de investimento "seed", superior a 310 mil euros, permitia lançar a segunda versão do produto, a atual Lapa 2. Já em 2016, o Portugal 2020 atribuiu três incentivos com um total de 1,3 milhões de euros para Internacionalização, Qualificação e Investigação.


Atualmente, a Lapa está presente em 80 países. Em menos de três anos, a empresa faturou um milhão de euros, vendeu mais de 70 mil lapas e está a crescer a um ritmo extraordinário (3Xano). A equipa cresceu para 10 especialistas em distintas áreas do negócio e à carteira de clientes pertencem já empresas como Sony, Cisco ou Mercedes.