Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Start-up do Porto obteve 22 milhões
15-02-2016

A tecnologia da Veniam, que transforma veículos em movimento em hotspots wi-fi, conquistou a atenção de um novo grupo de investidores. Esta start-up nascida no Porto acaba de conseguir um investimento internacional de capital de risco de 22 milhões de dólares para suportar a inovação e expansão internacional.


Este novo investimento de série B é liderado pela Verizon Ventures e conta com a participação de empresas como a Cisco Investments, Orange Digital Ventures e Yamaha Motor Ventures, que, em troca dos 22 milhões, assumiram uma parcela de capital não revelada na empresa portuguesa. O montante eleva o total de capital de risco investido para 27 milhões de dólares, segundo avança o Computerworld, o principal portal online nacional para os profissionais de tecnologias de informação e comunicação (TIC).


Segundo a empresa, este financiamento vai permitir à Veniam ampliar a plataforma desenvolvida pela empresa e expandir serviços e modelos de negócio associados à criação, gestão e exploração de redes wi-fi em veículos, tirando partido de frotas urbanas.


A Veniam é hoje responsável pela criação e gestão da maior rede de veículos do mundo que abrange mais de 600 viaturas na cidade do Porto, estando a  fechar contratos em três continentes. Na agenda da empresa, liderada por João Barros, estão cidades como Nova Iorque, Barcelona, Londres e Singapura.


A Veniam conta poder aumentar as suas equipas em Silicon Valley, no Porto e em Singapura para continuar a desenvolver os seus componentes de hardware, software e de cloud computing.


Nascida da colaboração bem sucedida entre o Instituto de Telecomunicações, a Universidade de Aveiro e a Universidade do Porto, com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia, a UPTEC e o Programa Carnegie Mellon Portugal, a Veniam desenvolve tecnologia inovadora e está apostada em criar a "internet das coisas em movimento" ("internet of moving  things"). A empresa dispõe de uma equipa de 40 colaboradores (30 em Portugal, 5 nos Estados Unidos e 4 em Singapura), incluindo cerca 28 engenheiros portugueses dos quais 8 doutorados.


A Veniam é uma das empresas que integra a estratégia ScaleUp Porto, uma iniciativa desenvolvida pela Câmara do Porto, em parceria com a Universidade do Porto, o Instituto Politécnico do Porto, o UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto e a Agência Nacional de Inovação. O projeto aposta num paradigma mais competitivo para a economia regional e apoia as startups tecnológicas locais com potencial para escalar internacionalmente.