Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

St. James no Ciclo dos Cemitérios
19-06-2015

Continuando o X Ciclo Cultural dos Cemitérios do Porto, a Câmara Municipal do Porto em colaboração com a Comunidade Britânica da Igreja Anglicana de St. James, realizou mais uma visita a um dos espaços da cidade, desta vez ao cemitério daquela comunidade britânica.


A iniciativa foi guiada por Francisco Queiroz, doutorado em historiador de arte e especialista em arte cemiterial, uma sessão que contou com cerca de 80 participante, um elevado número previstos para este tipo de evento.


A visita teve início na capela, que comemora este ano 200 anos sobre a autorização para a sua construção, apesar de o cemitério datar já do séc. XVIII (1788) e ter os primeiros monumentos fúnebres (ali erigidos) apenas a partir de 1820. No cemitério, localizado a Norte da capela, os participantes tiveram oportunidade de visitar os túmulos dedicados ao 1º Conde de Moser, Eduardo de Moser, ao Cônsul John Whitehead, a quem se atribui o projeto da Feitoria Inglesa, e ao túmulo vazio do Barão de Forrester, cujo corpo nunca foi encontrado. Um local que contempla igualmente números túmulos de famílias britânicas, germânicas e nórdicas, que na sua maioria partilhavam o credo protestante, muitas delas ligadas ao comércio do vinho do Porto.


A próxima visita integrada no programa continua com a visita "Música no Prado do Repouso", no dia 21 de junho, pelas 10h30, onde atuarão a soprano Sara Carneiro, o violoncelista António Oliveira, a flautista Daniela Marques e a harpista Mariana Maia. 


Em Setembro, haverá mais duas visitas, complementares, que conduzidas pela especialista em história da fotografia, Maria do Carmo Serén, serão sessões evocativas dos 100 anos da morte de Emil Biel (1838-1915) negociante, editor e fotógrafo alemão, considerado um dos precursores da fotografia  em Portugal.