Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Serviços do ambiente dão a conhecer curiosidades acerca de plantas e flores
20-09-2020

O saber não ocupa lugar, já diz o velho ditado popular, especialmente no que toca a descobrir mais curiosidades acerca da biodiversidade que nos rodeia. No mais recente vídeo dos serviços municipais, ficamos a conhecer várias características de uma flor presente em diversos espaços verdes da cidade.


Graças aos programas com ambiente dentro, produzidos pela equipa de Educação Ambiental do município do Porto, desde a época do confinamento, continua a ser possível transmitir a sabedoria destes profissionais a pequenos e graúdos, através do canal de Youtube do "Porto.".

No mais recente episódio da série "De Binóculos no Sofá", é possível ficar a conhecer várias curiosidades acerca da dedaleira.

Como o próprio nome indica, esta planta de flores com uma cor viva, também comummente chamada de "campainha" - devido à sua similitude física - é facilmente encontrada na cidade do Porto e reúne um conjunto de características bastante sui generis.

Usada frequentemente como ornamento, a planta tem o nome científico de digitalis purpurea, derivado das palavras latinas que significam dedo e púrpura, respetivamente, representando assim o formato e cor das suas flores.



Adaptada para ser polinizada por insetos, possui uma eflorescência com cerca de 1,20 metros recheados de flores, atraindo facilmente as abelhas e abelhões.

Com uma forma que se assemelha a um túnel, a dedaleira possibilita aos insetos, com o tamanho certo, desfrutar do seu pólen e, ao mesmo tempo, assegurar a polinização das suas flores.

Com propriedades tóxicas e letais, nomeadamente a digitalina, uma substância venenosa que é extraída da dedaleira, a planta tem também qualidades medicinais, descobertas apenas no final do século XVIII, tendo um efeito bastante positivo no que diz respeito a doenças cardíacas.

Para descobrir os restantes programas virtuais lançados ao longo dos últimos meses, siga as hashtags #debinoculosnosofa, #historiascomambientedentro, #biodiversidadeemcasa e #atelierdaboavida.