Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

São Silvestre há muitas mas a do Porto "corre" mais para o recorde de participantes a conseguir chegar à meta
26-12-2019
A Corrida de São Silvestre do Porto já atingiu os 17.000 participantes inscritos, pelo que volta a confirmar no domingo o título da corrida do género mais participada em Portugal, contando desta vez com atletas de 42 países na linha de partida. E a organização espera bater também o recorde de chegadas à meta.

A tradição cumpre-se na Avenida dos Aliados, pelas 18 horas de 29 de dezembro, com o tiro de partida da 26.ª edição da prova, que conta desta vez com 11.500 inscrições na corrida de 10 km "Liberty Seguros S. Silvestre Cidade do Porto" e 5.500 na caminhada de 5 km "Lidl Mini S. Silvestre".

Tal como já tinha sucedido nos anos de 2013, 2014, 2015 e 2018, a última corrida do ano na cidade - que implica alguns condicionamentos de trânsito - atingiu rapidamente o limite de participantes para a distância de 10 km, o que leva a organização a admitir como muito provável que também o recorde de terminadores, estabelecido em 2015 e fixado nos 10.880 atletas, possa ser batido já neste ano.

Na elite masculina, Rui Pedro Silva vai procurar ampliar o seu impressionante recorde de oito triunfos, seis deles consecutivos, na São Silvestre do Porto. O atleta do Sporting Clube de Portugal terá, no entanto, forte oposição, quer da parte do colega de equipa, José Moreira, quer da parte de Daniel Pinheiro e Carlos Costa, em representação do Clube Desportivo de São Salvador do Campo.

A nível internacional, destaque para presenças do brasileiro Paulo Paula (Run Tejo) e do espanhol Alejandro Fernández Rivera (Ourense Atletismo).

Na elite feminina, a luta pelo triunfo promete ser ainda mais renhida num lote onde se perfilam nomes como Mónica Silva e Sara Pinho, ambas do Clube Desportivo de São Salvador do Campo, Diana Almeida (SC Braga), Sara Carvalho e Patrícia Oliveira (Greca), Luísa Oliveira (Paredes Aventura) e Justyna Wojcyk (AD São João da Serra).

Recolha alimentar para a Legião da Boa Vontade

Entretanto, e sublinhando o espírito solidário característico desta época do ano, a organização da prova vai realizar uma recolha de alimentos para a Legião da Boa Vontade (LBV).

No levantamento do dorsal (Alameda Shop & Sport), os participantes podem deixar o seu contributo (enlatados, arroz, açúcar, massa, bolachas, comida para bebé, azeite, óleo, etc.) para que a LBV ajude os que mais necessitam nesta quadra natalícia.

Durante estas ações de solidariedade, foram já angariados mais de 3.000 quilos em alimentos.

Mais informações sobre a prova AQUI.