Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

São João do Porto tem magia
16-06-2015

Não é tão irreverente como o Carnaval no Rio, mas é a maior celebração a um santo popular, o São João. Durantes vários dias, com epicentro dos festejos na noite de 23 para 24 de junho, o "santo" traz à cidade muita animação, conhecidas marteladas na cabeça dos milhares de foliões, cheiro a alho porro, danças, concertos, o famoso fogo de artificio e muitas outras atividades. Milhares de pessoas e turistas visitam a Invicta para festejar a noite mais longa da cidade, que se estende desde a Estação de São Bento, Avenida dos Aliados, Ribeira, Boavista, Fontaínhas, entre outros locais.

 

Segundo o site internacional fest300.com, o São João do Porto, "é das festas mais subestimadas da Europa, onde a folia sai à rua por vários dias. Por seis séculos, na noite de 23 de junho (e na manhã seguinte) a tradição mantém-se na cidade, com uma dedicação total ao santo São João.

 

A mesma fonte refere que a Festa do São João "é reconhecida" em todo o mundo,  no Brasil, Quebec e Newfoundland, mas é no Porto que tudo se torna mágico: "as preparações começam vários dias antes, com as diferentes zonas da cidade a exibirem modelos ornamentados representando figuras religiosas, paisagens urbanas e iconografia local. O Centro Histórico do Porto, considerado Património Mundial pela UNESCO, é um salpicado pitoresco de casas e igrejas em cascata agarradas às margens do Rio Douro. Diz-se que não há Porto sem Douro, e quando se observa percebe-se porquê; é o cenário perfeito para a festa. Esta cidade deslumbrante é considerada a capital do divertimento em Portugal; enquanto Lisboa trabalha, o Porto festeja".

 

Na praia, várias fogueiras são acesas em nome de São João, enquanto algumas almas corajosas saltam sobre as chamas. Os bailaricos prolongam-se dançar até o sol raiar, onde alguns foliões, com coragem, banham-se tradicionalmente nas águas do Atlântico na manhã de 24 de junho,