Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Sábado há Jazz ao Relento nos jardins do Palácio
02-08-2018
O ciclo de concertos Jazz ao Relento instala-se nos Jardins do Palácio de Cristal nos próximos quatro sábados, cumprindo o que é já uma tradição nos verões portuenses. O evento decorre no âmbito do programa municipal Verão é no Porto.

Os concertos, um por sábado, têm início sempre às 22 horas, aliando a música ao magnífico cenário noturno do rio Douro.

O público tem acesso gratuito e pode ver em palco quatro formações escolhidas pela Porta-Jazz, associação que é a montra do trabalho original dos músicos de jazz emergentes sediados na cidade do Porto.

PROGRAMA

// 4 de agosto | pLoo
Daniel Dias (trombone), José Soares (saxofone), Eurico Costa (guitarra), Diogo Diniz (contrabaixo) e Paulo Costa (bateria) mostram ao vivo o seu segundo disco. "Pele de Papel", no qual coabitam jazz, "world music", música improvisada e música contemporânea.

// 11 de agosto | MAP (com Eduardo Cardinho)
O projeto liderado pelo pianista Paulo Gomes, que conta com João Paulo Rosado no contrabaixo e Acácio Salero na bateria, apresenta o álbum "Guerra e Paz", neste concerto com a participação especial do vibrafonista Eduardo Cardinho.

// 18 de agosto | Demian Cabaud
"Astah" é o sexto e mais recente álbum do contrabaixista Demian Cabaud, com várias dinâmicas e direções musicais proporcionadas por duas baterias. O disco combina o jazz tradicional com muitos momentos de improvisação e um "cheirinho" de música tradicional argentina. A Cabaud e aos bateristas Marcos Cavaleiro e João Sousa, juntam-se em palco João Pedro Brandão (saxofone e flauta) e João Grilo (piano).

// 25 de agosto | José Pedro Coelho
"Passarola Voadora" dá forma às composições deste saxofonista, que mostra um repertório onde reina a improvisação e que alterna momentos densos e forte com outros leves e românticos. Em palco, José Pedro Coelho será acompanhado pelo pianista Xan Campos, o contrabaixista Demian Cabaud e o baterista Marcos Cavaleiro.