Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Rui Moreira recebeu os sindicatos da STCP em reunião para debater o reforço transitório da oferta
27-08-2020

O presidente da Câmara do Porto recebeu nesta quinta-feira elementos das organizações de representação dos trabalhadores da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP), numa reunião que serviu para debater o reforço transitório da oferta proposta pelo autarca e que será efetivo a partir do final próximo mês.


Num encontro solicitado pelas organizações de representação dos trabalhadores, ao qual Rui Moreira acedeu, o autarca fez o enquadramento dos motivos que o levaram a propor o reforço transitório das linhas e horários explorados pela STCP na cidade do Porto.


A medida, com caráter urgente e temporário, tem o objetivo de responder ao aumento da procura dos serviços da transportadora, que se encontra atualmente nos 70%, em comparação com o registado no ano passado. Esta recuperação muito rápida da procura na STCP levou o município a agir, por antecipação, de forma a preparar o sistema de transportes que serve a cidade para a pressão adicional do final do verão e das férias escolares, com o consequente regresso às aulas e ao trabalho para muitos portuenses.


Este reforço permitirá mitigar os riscos de utilização do transporte público, tendo em conta a situação pandémica: torna possível que seja cumprida a lotação máxima estipulada dos veículos e, ao mesmo tempo, garante as condições de segurança, quer dos clientes, quer dos motoristas.


Com mais autocarros ao serviço, será possível diminuir o intervalo de passagem dos veículos, reduzindo a pressão da procura crescente. Amaior frequência da circulação dos meios da STCP também servirá de incentivo à utilização do transporte público - recorde-se que a Câmara do Porto aprovou a extensão da gratuitidade do título de transporte "Porto.13-15" até aos 18 anos, para os jovens estudantes residentes na cidade, algo especialmente relevante para o período de regresso às aulas. 


Os veículos e motoristas que farão o reforço do serviço da STCP, através de prestação de serviços contratada a empresas privadas, serão personalizados à imagem dos que já circulam na cidade, permitindo uma mais fácil identificação por parte dos utentes.


Numa conversa franca e aberta, na qual esteve igualmente presente o diretor municipal de Mobilidade e Transportes, Manuel Paulo Alves Teixeira, Rui Moreira também tranquilizou os representantes dos trabalhadores da STCP quanto aos desafios que a cidade vai enfrentar durante a realização de obras, nomeadamente da expansão da rede do Metro do Porto.


Sublinhando o papel importante que a STCP terá durante o período de obras, o presidente da Câmara do Porto salientou que o objetivo é construir uma solução, assente no transporte público, para dar resposta a essa fase mais desafiante. A abordagem baseia-se na premissa que quem anda a pé e de autocarro vai sempre chegar mais longe e mais perto do que os meios individuais de transporte.


Expetativas para o futuro


O encontro serviu ainda para o município e as organizações de representação dos trabalhadores da STCP trocarem impressões quanto às expetativas que têm para a empresa. A visão de futuro da Câmara do Porto passa por atuar no reforço geral da oferta da transportadora, com a contratação de mais motoristas e a aquisição de veículos, a avançar quando a intermunicipalização da STCP, atualmente em análise pelo Tribunal de Contas, tenha luz verde.


A Comissão de Trabalhadores da STCP, Sindicato Nacional dos Motoristas, Associação Sindical de Motoristas de Transportes Coletivos do Porto, Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários e Afins e Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes da Área Metropolitana do Porto, presentes na reunião, explicaram a Rui Moreira as suas principais preocupações, reiterando as suas reivindicações em termos remuneratórios e de condições de trabalho.


Dando boa nota do que os representes dos trabalhadores expuseram, o presidente da Câmara do Porto prometeu, dentro do que são as boas relações e trabalho conjunto com a STCP como um todo, colaborar para encontrar solução para alguma das reivindicações, na esfera de competências municipal. As conclusões desta reunião serão também transmitidas ao Conselho de Administração da empresa transportadora.