Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Rui Moreira: "Lei eleitoral é fato à medida dos partidos não dos independentes"
18-10-2016

Questionado pelos jornalistas à entrada da apresentação da exposição "Movimento Estudantil na Universidade do Porto 1968-1974", na escadaria direita da Reitoria, Rui Moreira voltou a recordar que os partidos tiveram três anos para corrigir a lei e que continuam a querer discutir eleições na secretaria. O presidente da Câmara do Porto respondia a Pedro Passos Coelho, que ontem disse no Porto que uma alteração à Lei seria um "fato à medida de uma candidatura no Porto".


"O fato à medida é o fato dos partidos. Os partidos, pelos vistos, é que querem o fato à medida. Aquilo que pretendo apenas é poder envergar o mesmo fato que os partidos construíram para si. E portanto não compreendo o argumento e muito menos que se diga que é apenas para a cidade do Porto", afirmou o autarca.


Rui Moreira escreveu aos partidos políticos com representação na Assembleia da República, pedindo que alterem a lei eleitoral, por forma a evitar a imponderabilidade que a atual legislação proporciona e que, nas passadas eleições autárquicas, acabou por inviabilizar candidaturas, como a de Fernando Paulo em Gondomar.


O presidente da Câmara do Porto deixou, contudo, claro: "se os partidos não quiserem alterar a lei, serei candidato em qualquer caso".