Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Rui Moreira diz que Porto fica melhor com a transformação em prédio de habitação de edifício que Correia Fernandes aprovara para hotel
23-02-2018

Vereador do PS tinha aprovado PIP que permitiria a construção de hotel, entretanto transformado em habitação. O Presidente da Câmara diz que a cidade fica beneficiada com a alteração mas o ex-vereador do Urbanismo da equipa de Manuel Pizarro preferia um hotel.


O presidente da Câmara do Porto disse hoje à Lusa que a construção na escarpa da Arrábida "fica beneficiada" com a alteração para habitação, aprovada em 2017 por Rui Loza, de um prédio inicialmente pensado como hotel.


"Não houve qualquer alteração de cércea ou volumetria, apenas do uso, de hotel para habitação. Entendemos que a cidade fica beneficiada com isto, porque o Porto tem carência de habitação. Rui Loza [vereador do Urbanismo desde maio de 2017 até ao fim do anterior mandato] decidiu muito bem", notou Rui Moreira, em declarações à Lusa.


O independente reagia às declarações de Manuel Correia Fernandes que, enquanto vereador do Urbanismo da autarquia, aprovou em 2016 um Pedido de Informação Prévia (PIP) para o projeto e hoje alertou ter sido o seu sucessor, Rui Loza, quem "licenciou e podia ter travado o projeto de arquitetura" de dois edifícios de habitação na escarpa junto à ponte da Arrábida.


"Não estamos aqui a contestar a aprovação do PIP por parte de Correia Fernandes [vereador do Urbanismo até maio de 2017, pelo PS, até à rutura da coligação pós-eleitoral entre o independente e os socialistas]. Mas, se ele entende que era melhor ter ali um hotel, nós entendemos que o sentimento da cidade é que é melhor ter ali habitação", frisou Rui Moreira.


O autarca, que cumpre o segundo mandato na Câmara do Porto, considera que "Rui Loza fez bem em aprovar a mudança de uso", porque o Porto "tem carência de habitação".


"Tendo até em conta a nossa preocupação com a pegada turística, a nosso ver é mais interessante ser habitação", vincou Moreira.


Manuel Correia Fernandes, ex-Vereador do PS, disse hoje à Lusa que "faz toda a diferença" a mudança de hotel para habitação, aprovada em 2017, assegurando que não a teria aprovado.


Notícia Lusa