Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Rivoli recebe esta noite o escritor José Luís Peixoto
18-12-2019
A última sessão de 2019 do ciclo de conversas com escritores "Porto de Encontro" tem como convidado José Luís Peixoto, que pisa pela primeira vez o palco do Grande Auditório Manoel de Oliveira, do Teatro Municipal do Porto - Rivoli, nesta quarta-feira, a partir das 21 horas. A entrada é livre.

A conversa, promovida pela Porto Editora, é moderada pelo jornalista Sérgio Almeida e vai contar com participação especial de Valter Hugo Mãe, num diálogo pontuado com leituras e momentos musicais de Ana Celeste Ferreira e Ricardo Caló.

A entrada é gratuita, mas sujeita ao levantamento prévio de bilhetes no Rivoli (máximo de dois bilhetes por pessoa; limitado à capacidade da sala).

José Luís Peixoto nasceu na aldeia de Galveias, no Alto Alentejo, onde viveu até aos 18 anos, idade em que foi estudar para a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Após terminar a sua licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas, na variante de estudos ingleses e alemães, foi professor em várias escolas portuguesas e na Cidade da Praia, em Cabo Verde. Em 2001, dedicou-se profissionalmente à escrita.

Com apenas 27 anos, foi o mais jovem vencedor de sempre do Prémio Literário José Saramago. Desde esse reconhecimento, a sua obra tem recebido amplo destaque nacional e internacional. Os seus livros estão traduzidos e publicados em 26 idiomas. O romance "Galveias" foi o primeiro livro de língua portuguesa a ser traduzido diretamente para o idioma georgiano, tendo acontecido o mesmo ao livro "A Mãe que Chovia", que foi o primeiro a ser traduzido diretamente do português para o mongol.

Entre as publicações de José Luís Peixoto, "Nenhum Olhar" foi incluído na lista dos melhores romances publicados em Inglaterra em 2007, elaborada pelo Financial Times, tendo também sido incluído no programa "Discover Great New Writers", das livrarias americanas Barnes & Noble.

De resto, a sua obra tem sido abundantemente adaptada para espetáculos e obras artísticas de diversos géneros. Nesta conversa, será naturalmente tema o seu último romance "Autobiografia".

José Luís Peixoto tem sido colunista de vários órgãos da imprensa portuguesa, como é o caso do Jornal de Letras ou das revistas Visão, GQ, Time Out, Notícias Magazine, UP, entre outras.