Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Rio de Vila será um museu subterrâneo
09-12-2015

O programa de musealização da galeria do Rio de Vila foi hoje apresentado ao executivo da Câmara do Porto em reunião extraordinária que decorreu esta manhã.


O Rio de Vila corre entre a Estação de S. Bento e a Praça da Ribeira, sob as ruas de Mouzinho da Silveira e de S. João. O troço que as Águas do Porto pretendem devolver aos olhos dos visitantes corre entre a Estação de S. Bento e o Largo de S. Domingos e foi encanado, por decisão municipal de 1872.


No programa apresentado pelo administrador da empresa municipal, Frederico Fernandes, esclarece-se que a Câmara pretende tornar acessíveis 350 metros que correm por baixo de Mouzinho da Silveira e onde, segundo as Águas do Porto, é possível encontrar vestígios "desde a época Romana até à atualidade".


O plano prevê que a entrada para o subterrâneo tenha lugar através da estação de metro de S. Bento, "para uma sala onde se irá instalar o serviço de bilheteira, local para exposições e apresentações e posterior porta de acesso ao percurso visitável".


O programa de musealização está orçado em pouco mais de 800 mil euros - 120 mil dos quais destinados à elaboração do projeto - e só deverá estar concluído no início de 2018. A Câmara pretende que o projeto seja cofinanciado no âmbito do Portugal 2020.