Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Requalificação da EB do Bom Sucesso agrada a toda a comunidade escolar
06-11-2019

A requalificação da Escola Básica do Bom Sucesso está concluída e correspondeu a um investimento municipal de cerca de 1,1 milhões de euros. Ao longo de todo o processo, "o diálogo" prevaleceu entre o agrupamento e direção da escola, professores, encarregados de educação, equipa de projetistas, empreiteiro, União de Freguesias e Câmara do Porto e, também por isso, "a obra correu muito bem", constatou Rui Moreira, que visitou na manhã desta quarta-feira a escola onde cerca de 360 alunos, do jardim de infância ao 1.º ciclo já estudam com condições de excelência.


O dia pode estar de chuva, mas o espírito que se vive dentro da Escola Básica do Bom Sucesso em nada condiz com o tempo. A presença de cor é uma constante nas várias divisões deste requalificado estabelecimento de ensino da rede pública municipal, localizado na zona da Boavista: desde as salas de aula, à cantina, à biblioteca e a tantos outros espaços onde a cromoterapia é só mais uma consequência da alegria estampada no rosto de alunos, professores e pessoal não-docente.

Na EB do Bom Sucesso, fez-se a reabilitação geral dos espaços do interior e exterior da escola e demoliu-se o pavilhão prefabricado, que servia para acomodar o jardim de infância. No mesmo local, construiu-se um novo bloco com quatro salas de atividades, uma sala de apoio, arrumos, sanitários e uma sala de acolhimento.

A intervenção contemplou também a remodelação geral do recreio, com a substituição do pavimento, a instalação de campos de jogos, equipamentos infantis e zona de lazer.

O projeto, apresentado em março de 2018 à comunidade escolar, está ainda materializado num novo refeitório, com capacidade para fornecer 330 refeições em dois turnos, num segundo bloco com sala polivalente e portaria, em espaços de recreio coberto, também aptos para a prática de desporto, numa unidade especializada para apoio à inclusão de alunos portadores do espectro de autismo, numa biblioteca e na melhoria da relação entre os vários edifícios.



Foi isso mesmo que constatou esta manhã o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, que visitou as requalificadas instalações da EB do Bom do Sucesso, conduzido pela diretora do Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique, Edite Baptista, e pela coordenadora da Escola Básica do Bom Sucesso, Ângela Bastardo, assim como toda a comitiva, constituída pelo vereador da Educação, Fernando Paulo, pela vereadora da Juventude e Desporto, Catarina Araújo, também presidente da empresa municipal GO Porto, que assegurou a gestão da obra, pela presidente da União de Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos, Sofia Maia, pela direção municipal da Educação, por representantes Associação de Pais do Bom Sucesso, entre outros elementos.

O investimento municipal "rondou um milhão de euros a que acresceu mais meio milhar", de modo a adaptar a Escola Profissional do Infante D. Henrique para o acolhimento provisório de toda a comunidade da EB do Bom Sucesso, durante o ano letivo anterior, explicou o vereador Fernando Paulo.

Na requalificada escola estão em funcionamento 12 turmas do ensino básico e 4 salas de jardim de infância, com mobiliário escolar e didático renovado. A EB do Bom Sucesso dispõe ainda de um ATL e de AEC - Atividades de Enriquecimento Curricular.

Da parte dos pais, o balanço da obra é "muito positivo" e disseram-no a Rui Moreira: "Sentimos que a Câmara sempre nos ouviu. Reunimos antes, durante e depois da mudança. Como em muitas reuniões acontece, podia não haver consequência, mas houve", transmitiu a presidente da Associação de Pais, Alexandra Cachucho, para quem o diálogo estabelecido durante todo o processo de requalificação da EB do Bom Sucesso foi também fundamental para que a obra fosse cumprida dentro do prazo estimado.