Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Regulamento da Feira da Vandoma é revisto para dar resposta à elevada procura
21-07-2019
A proposta de alteração à atual versão do Regulamento da Feira da Vandoma, que é apreciada amanhã pelo Executivo municipal, tem como principal objetivo zelar pela sustentabilidade do evento, criando novas regras para a ocupação permanente dos lugares.

Uma delas, "a previsão de que o direito de ocupação caduca se se verificar o não pagamento das taxas devidas por dois meses seguidos", atenta a uma maior responsabilização dos feirantes, assinala a proposta assinada pelo vereador da Economia, Turismo e Comércio, Ricardo Valente.

Vai ser também criado um endereço de correio eletrónico para a inscrição dos participantes, pretendendo-se ainda "a alteração do pagamento trimestral para mensal, conforme vem sendo sugerido pelos feirantes", pode ler-se no documento.

Em 2015, a Feira de Vandoma passou a realizar-se em Campanhã, na Avenida 25 de Abril, por decisão da Câmara do Porto. Desde então, foi alterado o seu regulamento. Mas logo após um período de adaptação do novo funcionamento do evento, verificou-se a necessidade de proceder a alguns ajustamentos na forma de atribuição de lugares de feirante, face à grande procura.

Atualmente, acresce que "a forma como os lugares de feirantes ocasionais é realizada em nada dignifica a Feira e os seus participantes, perturbando o descanso de todos, prejudicando o ambiente e contrariando a filosofia que sempre [lhe] esteve subjacente", informa Ricardo Valente na sua proposta. Nessa medida, foi necessário ao Município "encontrar uma solução diferente para a atribuição de lugares ocasionais, que não passasse pela concentração dos candidatos no recinto da Feira durante a tarde e a noite de sexta-feira", avança o vereador.

Esta nova proposta de Regulamento da Feira da Vandoma, sendo votada favoravelmente pelo Executivo Municipal nesta segunda-feira, vai passar por um novo período de consulta pública, por 30 dias úteis, após publicação do edital.