Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Nunca tantos cruzeiros tinham chegado ao Porto como em 2014
20-01-2015

O porto de Leixões recebeu, em 2014, 78 cruzeiros, mais 11 do que no ano anterior, num total de 64.440 passageiros e uma subida de 39%. O último ano tornou-se assim no "melhor de sempre" de cruzeiros em Leixões, atingindo o objetivo estabelecido pela APDL face ao decréscimo que se havia registado em 2013.


Num curto espaço de tempo, o porto de Leixões volta a ser notícia, por boas razões. Tal como recentemente divulgou o Portal do Porto, em 2014, Leixões registou também um novo máximo de mercadorias movimentadas. Um aumento de 5,3%, que corresponde a 18,1 milhões de toneladas. Os principais destinos das exportações foram Angola, Reino Unido, Argélia, Marrocos  e EUA, de um conjunto de 181 países-destino para onde são exportadas mercadorias como ferro/aço, papel e cartão, paralelepípedos, azulejos e mosaicos, máquinas, entre outros.


Relativamente aos cruzeiros, e segundo comunicado divulgado pela Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL), 44% dos visitantes em 2014 tinham origem britânica, seguindo-se os alemães (16%) e os norte-americanos (15%). Ainda assim, em termos de passageiros 2014 não ultrapassa os 75.613 recebidos durante o ano de 2012. "De referir o grande aumento sentido nos passageiros de nacionalidade francesa e italiana que, juntos, representaram, no ano passado, 8% do total, mais de cinco mil passageiros", revelou a APDL.


De acordo com a administração daquela estrutura, "desde a abertura do novo cais em Matosinhos, Leixões entrou definitivamente na rota dos mais prestigiados navios de cruzeiro, indo ao encontro da sua linha estratégica de afirmação no mercado de cruzeiros". "As perspetivas para 2015 são ainda mais animadoras. No ano de abertura do edifício do terminal de cruzeiros, estão previstos cerca de 90 escalas de navios de cruzeiros e 125 mil visitas entre 83 mil passageiros e 42 mil tripulantes", concretizou a APDL.