Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Projeto de regeneração urbana na freguesia de Paranhos recebe menção honrosa internacional
26-03-2018

A Feira de Investimento Imobiliário da Europa - MIPIM atribuiu uma menção honrosa ao maior projeto imobiliário que será erguido no Porto, na freguesia de Paranhos. A distinção enquadrou-se na categoria de "Projetos futuros de regeneração urbana para uso misto".


São 100 milhões de euros de investimento que resultam da concentração de capitais sauditas e ingleses. O "Tawny Project", assim se designa o projeto, vai nascer num terreno da antiga fábrica de curtumes do Amial, localizado próximo do campus universitário da Asprela, em Paranhos. O empreendimento, que fará parte da rede Porto Innovation District - uma iniciativa conjunta da Câmara do Porto, universidades, escolas de negócios, hospitais e centros de pesquisa para a promoção da inovação e do empreendedorismo na cidade - vai reunir usos diversos: apartamentos, residências para estudantes, escritórios, áreas de comércio e um hotel.


Para Michael Bickford, CEO da Round Hill Capital, um dos promotores da obra - o outro promotor é a MEFIC Capital, uma empresa de serviços financeiros registada na Capital Market Authority da Arábia Saudita -, esta distinção representa "uma grande conquista, considerando a elevada qualidade deste excelente projeto e a equipa que nele trabalha. Estamos realmente ansiosos por avançar com este processo de transformação nos próximos meses".


Do lado do gabinete de arquitetura, Bogle Architects, esta menção "nos prestigiados prémios da MIPIM" foi considerado algo de "fantástico, especialmente dada a qualidade dos estúdios concorrentes". Nas suas declarações, elogiam o envolvimento da Round Hill Capital na evolução do projeto que contribuiu para o seu rápido desenvolvimento, revelando ainda que esperam em 2020 ter prontos os primeiros edifícios. E acrescentam: "será fascinante trabalhar no Porto - temos muito orgulho em contribuir para o enriquecimento do seu património arquitetónico".


Com esta menção honrosa, agora atribuída pela maior Feira de Investimento Imobiliário da Europa, fica clara a importância deste investimento para a regeneração urbana da cidade. Mais ainda, pelo facto do projeto ser concretizado na freguesia de Paranhos, provando o interesse crescente dos agentes imobiliários em áreas do Porto que não exclusivamente o centro. Algo, aliás, que se alinha com a estratégia do Município - que neste processo teve um papel facilitador - e a aposta em zonas da cidade outrora consideradas proscritas. Com efeito, assiste-se ao desenvolvimento de projetos estruturantes na zona oriental por iniciativa da Câmara do Porto, quer através do projeto de reconversão e exploração do antigo Matadouro Industrial quer pela construção do Terminal Intermodal de Campanhã.


A Câmara do Porto fez-se representar na MIPIM, que se realizou em Cannes, por Pedro Baganha, vereador do Urbanismo, e por Ricardo Valente, responsável pelo Pelouro da Pelouro da Economia, Turismo e Comércio. Na ocasião, Ricardo Valente recebeu o galardão atribuído ao Porto na categoria "Cidades e Regiões Europeias do Futuro 2018/19" pela sua 8.ª posição num ranking que a fDi - Intelligence Magazine, conceituada publicação do Financial Times, preparou entre 301 cidades de todo o mundo.