Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Projeto (D) de Eficiência assinala com sessão para empregabilidade o Dia das Pessoas com Deficiência
03-12-2019
Integração profissional de pessoas com deficiência, retirando vantagens para empregador e empregado, foi o objetivo da iniciativa final do Projeto (D) de Eficiência, que decorreu na manhã de hoje - 3 de dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência - nas instalações da APPC (Associação do Porto de Paralisia Cerebral - Centro de Reabilitação) e consistiu em sessões de networking e recrutamento.

O projeto, de raiz municipal e concretizado pela Cidade das Profissões, organizou nomeadamente rondas de entrevistas entre entidades com interesse empregador e candidatos com algum tipo de deficiência e com potencial de empregabilidade, cumprindo assim a prioridade do projeto (D) de Eficiência, que nasceu na cidade do Porto para dar reposta à necessidade de promover a inclusão de pessoas com deficiência em cada aspeto da vida política, social, económica e cultural.

Nesse âmbito, destacou-se o envolvimento da Universidade do Porto e do Instituto Politécnico do Porto, na medida em que identificaram entre os seus alunos e ex-alunos potenciais candidatos ao programa de capacitação (a fase do projeto realizada em novembro), que consistiu no desenvolvimento e a promoção de competências de empregabilidade de pessoas com deficiência e incapacidade

É ao (D) de Eficiência que cabe estimular a empregabilidade de pessoas com deficiência junto das entidades parceiras, assumindo-se enquanto projeto diferenciador que pretende mudar o paradigma da inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, por meio de um conjunto de medidas que culminou simbolicamente no dia de hoje a juntar candidatos e organizações.

A iniciativa desta manhã começou por um circuito de entrevistas de curta duração, nas quais os 17 candidatos chegados a esta fase puderam fazer-se acompanhar de diferentes suportes de apresentação, tais como curriculum vitae, portefólio, apresentações digitais, objetos, entre outros. Seguiu-se uma ação que passou pelo feedback dado aos participantes, através de uma conversa individual sobre a sua prestação durante a entrevista, bem como sugestões de carreira, de formação, melhorias nas ferramentas de empregabilidade e alguns contactos facilitadores.

Esta solução de recrutamento tem um custo muito baixo e revela-se bastante eficaz para as empresas. Ao mesmo tempo, proporciona aos participantes a oportunidade de, com o referido feedback, melhorar o seu perfil profissional.

O projeto (D) de Eficiência, que arrancou em setembro, foi estruturado em duas grandes dimensões - captação e sensibilização das empresas; capacitação dos candidatos - e integrou diversas ações, terminando agora com esta iniciativa de networking e recrutamento.

Várias organizações decidiram conjugar esforços neste projeto comum de promoção da inclusão. Assim, além da Câmara do Porto (através da Cidade das Profissões e do Gabinete da Inclusão), participaram o Instituto de Emprego e Formação Profissional, a Associação Empresarial de Portugal, a Associação do Porto de Paralisia Cerebral, a Associação Salvador, a Aliados Consulting e, mais recentemente, a Universidade do Porto e o Instituto Politécnico do Porto, além de se terem envolvido na jornada final empresas como a Ranstad, Faurecia, Mindera, Dorel Juvenile, Grupo Ibersol, Grupo Salvador Caetano, Grupo Trivalor, Adecco, Pinto & Cruz e Sonae Capital.