Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Programa Porto Amigo é alargado a famílias com pessoas com incapacidade
21-11-2017
O programa municipal Porto Amigo "Casa adaptada, vida melhorada" foi alargado a agregados que integrem pessoas com grau de incapacidade igual ou superior a 60% e passou a dispor de mais um parceiro institucional. A associação Just a Change juntou-se à Fundação Manuel António da Mota e ao grupo G.A.S.Porto, em outubro passado, permitindo capacitar o programa para executar obras de adaptação em residências de pessoas que integrem no seu agregado familiar cidadãos com grau de incapacidade igual ou superior a 60%. 

Recorde-se que este programa, promovido pela Câmara do Porto, tem como objetivo realizar obras de adaptação em habitações de pessoas em situação de comprovada carência económica, que vivam no concelho do Porto, em habitação não municipal e que tenham mais de 60 anos, por forma a serem melhoradas as condições de habitabilidade e mobilidade dos residentes.

A execução, acompanhamento e avaliação é realizada pelos diferentes parceiros que integram o Porto Amigo. À Câmara do Porto, mentora da iniciativa, compete a identificação das situações passiveis de intervenção e que reúnam os critérios de elegibilidade, a Fundação Manuel António da Mota (Grupo Mota Engil) é responsável pela afetação do montante financeiro para a execução das obras e ao G.A.S.Porto cabe o acompanhamento social do candidato e do correspondente agregado. O novo parceiro - a associação Just a Change - está incumbido da avaliação técnica e orçamentação das situações identificadas, elaboração dos projetos, execução da intervenção de reabilitação e mobilização de jovens voluntários.