Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Programa do Porto que combate isolamento sénior ganha prémio internacional
17-10-2018
O Programa Aconchego da Câmara do Porto foi premiado a nível internacional pela WHO Global Network of Age-Friendly Cities and Communities e pela Grantmakers in Aging (GIA), no âmbito da iniciativa Innovation@Home. A cerimónia de entrega do galardão tem lugar no próximo dia 23, na cidade de Quebeque, no Canadá, inserida no International Technical Meeting on Ageing at Home.

O galardão - financiado pela Fundação Robert Wood Johnson - distingue trabalhos realizados em prol do envelhecimento saudável em contexto domiciliário e avalia indicadores como a replicabilidade do projeto, resultados relevantes e inovação. Visa também divulgar as boas práticas que seguem esses indicadores e têm como finalidade tornar as cidades mais amigas das pessoas idosas, bem como incentivar a replicação dessas metodologias, mostrando o que se está a fazer e ensinando como pode ser aplicado.

Na cerimónia de 23 deste mês, o Programa Aconchego será apresentado a uma audiência internacional de representantes governativos de todos os continentes, que trabalham com as questões relacionadas com o envelhecimento. Além do Porto, foram distinguidas as iniciativas "No-Cost Building Permits", de Sausalito, nos Estados Unidos da América, e o "Programa d'Arranjament d'Habitatges de la demarcació de Barcelona", em Espanha.

Este prémio Innovation@Home vem juntar-se a outras distinções que aquele programa da Câmara do Porto recebeu já enquanto projeto de inovação social: em 2010, foi-lhe atribuído pela Comissão Europeia o prémio "This is European Social Innovation"; em 2012, foi considerado como um projeto de intervenção social de excelência, no âmbito da homenagem realizada pelo Projeto "Sorrir na Educação", da Clínica da Educação; em 2015, foi reconhecido como um Projeto de Elevado Potencial de Empreendedorismo Social, distinção obtida no âmbito do Projeto MIES - Mapa de Inovação de Empreendedorismo Social em Portugal; em março deste ano, foi reconhecido como uma boa prática smart to-do no âmbito do Ageing Summit 2018.

Recorde-se que a cidade do Porto aderiu à Rede Mundial de Cidades Amigas das Pessoas da OMS em 1 de outubro de 2010. A rede quer responder ao rápido envelhecimento das populações e ajudar a criar ambientes urbanos que permitam aos seniores uma maior participação cívica.

O Porto tem vindo a trabalhar nessa área com o estabelecimento de uma linha-de-base de avaliação diagnóstica, o desenvolvimento de um plano de ação e a identificação de indicadores de monitorização do progresso desse plano.

O que é o Programa Aconchego

O Programa Aconchego, desenvolvido em parceria com a Federação Académica do Porto (FAP), é dirigido a seniores com mais de 60 anos, residentes na cidade do Porto e que vivam só ou com o cônjuge, de modo a combater a solidão e o isolamento. Promove o alojamento, no próprio domicílio do sénior, de um estudante universitário não residente no Porto, que queira comprometer-se com o acompanhamento e melhoria da qualidade de vida do idoso.

Esta interação permite estabelecer fortes laços entre estudantes e seniores e potencia uma rede de apoio, contribuindo assim para um sentimento de maior felicidade de ambas as partes e simultaneamente, ajudando a solucionar o problema de alojamento dos jovens universitários na cidade. Os jovens ajudam com a contribuição simbólica em géneros, que podem ser alimentares, para comparticipar no acréscimo de despesas como água, luz e gás.

O Programa Aconchego decorre de acordo com o calendário letivo, durante a semana, de segunda a sexta-feira, sendo o período de fim de semana facultativo. O acompanhamento e avaliação são da responsabilidade da equipa do Departamento Municipal de Coesão Social da Câmara do Porto e da FAP Social.