Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Programa Cleantech Camp desafia empreendedorismo para as energias limpas
25-01-2018
Está lançada a terceira edição do Cleantech Camp, programa que promove a transferência tecnológica e o empreendedorismo no universo das energias limpas. Desenvolvido sob a forma de competição, pretende reconhecer ideias de negócio em Portugal e Espanha, realizando-se neste ano entre o Porto e Barcelona. A convocatória de ideias de negócio decorre até 18 de fevereiro. 

Os três projetos com maior potencial de impacto no mercado receberão uma contribuição financeira e apoio à aceleração e ao crescimento empresarial num valor superior a 50.000 euros. Em termos pecuniários, o vencedor receberá 20.000 euros e o primeiro e segundo finalistas 10.000 e 5.000 euros, respetivamente. Acresce o suporte para o crescimento e consolidação do projeto com contributos em serviços no valor de 15.000 euros.

Promovido pela InnoEnergy, o programa tem entre os parceiros nacionais a Câmara do Porto e o UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, através do ScaleUp Porto, estratégia para um ecossistema de inovação, empreendedorismo e sustentabilidade.
Para Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara do Porto e vereador do Pelouro da Inovação e Ambiente, "a aposta do Porto neste programa reforça a preocupação e o compromisso da cidade com a questão das alterações climáticas, e o papel que as cidades podem ter no apoio ao desenvolvimento de tecnologias e negócios que nos ajudem a construir um futuro mais sustentável."

A convocatória Cleantech Camp é dirigida a qualquer empreendedor (doutorado, investigador ou profissional) com uma ideia de negócio ou empresa em fase inicial que queiram empreender no setor das energias limpas, podendo candidatar-se com soluções que se enquadrem nos seguintes desafios: automação e controlo de redes de distribuição energética, geração distribuída e autoconsumo, infraestruturas para a mobilidade sustentável (VE+GNV) ou realidade virtual e aumentada para infraestruturas energéticas.

Entre as candidaturas recebidas serão selecionados um máximo de 15 projetos relacionados com as seguintes temáticas: IoT & AI energia; Eficiência energética; Smart Cities, Energias renováveis; Mobilidade sustentável; Smart grids; e Cibersegurança & blockchain na energia.

O Cleantech Camp tem um formato muito dinâmico, de modo a poder elaborar-se o plano da empresa e validar a ideia de negócio com os parceiros do programa. O objetivo final é que os participantes validem com o mercado a ideia de negócio e criem a estratégia de implementação e lançamento adequada.

Os custos de viagem e alojamento nas cidades onde se irá desenvolver o programa estão cobertos pela organização. Além disso, os participantes disporão de um espaço na agência Barcelona Activa e no UPTEC, assim como acesso ao Innovation Hub da Gas Natural Fenosa, para a realização de workshops.

Os participantes na iniciativa - que encerra em junho - passam também a estar elegíveis para o programa de investimento da InnoEnergy, tendo possibilidade de aceder a um investimento avaliado em 500.000 euros, em diferentes fases.

As inscrições para participação no programa e demais informação podem ser encontradas AQUI.