Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Programa Aconchego do Porto dá abraço a Mirandela
22-10-2019
O programa inovador a título mundial com que o Porto aproxima jovens estudantes e pessoas idosas que vivem sós foi hoje oficialmente "exportado" para Mirandela com a devida autorização do Porto.

Na assinatura do protocolo entre as duas autarquias, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, manifestou à sua homóloga mirandelense, Júlia Rodrigues, os votos para que o Programa Aconchego venha a ter no município transmontano o mesmo sucesso que tem tido no Porto, onde já beneficiou 424 pessoas.

Conforme descreveu, o programa nasceu a partir da atenção dada pela Câmara ao fenómeno sociodemográfico do envelhecimento da população, bem como ao elevado número de estudantes que chegam à cidade para aqui frequentar o ensino superior. E foi assim que, em colaboração com a FAP - Federação Académica do Porto, a autarquia criou o Aconchego, que consiste no alojamento de estudantes na casa de pessoas idosas. Isso "permite de uma forma simples responder a dois problemas aparentemente intransponíveis e sem um denominador comum: a dificuldade de alojamento de estudantes do ensino superior não residentes na cidade e o sentimento de solidão ou isolamento das pessoas idosas", defendeu.

De acordo com Rui Moreira, os idosos que partilham a casa desta forma ganham companhia e vêem diminuído o sentimento de solidão, ao mesmo tempo que os estudantes recebem alojamento de forma gratuita e beneficiam de melhor integração numa nova cidade, inseridos num ambiente familiar. "Juntos, recolhem uma riqueza sem preço: os afetos", salientou Rui Moreira.

O presidente da Câmara lembrou ainda que o Programa Aconchego tem somado distinções a nível internacional, devido ao facto de associar "o valor social e o património dos afetos gerados pela aproximação de duas gerações tão distantes na idade, mas tão próximas nos sentimentos", o que constitui uma mais-valia para a sociedade. Tal visibilidade - explicou - resultou já em elogios e prémios, suscitando o interesse de várias organizações da sociedade civil em replicá-lo noutras cidades, como é o caso de Mirandela.