Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Prisões do Norte com arte
26-01-2015

Chama-se "Ecoar", arranca em fevereiro no Estabelecimento Prisional do Porto, mas passa ainda por mais dois estabelecimentos prisionais, Santa Cruz do Bispo e Vale do Sousa.


 

O projeto vai abranger 160 jovens reclusos, entre os 18 e 30 anos e com baixos níveis de escolaridade, dando, assim, oportunidades de desenvolver as competências na área das artes. Uma forma de apoiar a reinserção dos jovens na sociedade através da arte, nas temáticas do teatro, da música, artes plásticas e fotografia.



À agência Lusa, Maria João Mota, coordenadora do projeto, explicou que "a ideia é que, através da participação em projetos artísticos promovidos por uma equipa pedagógica, sejam validadas algumas competências, as chamadas ?soft skills' [competências pessoais e sociais] que, depois, podem potenciar outros percursos para os jovens que estão em final de cumprimento de pena".


 

Segundo o portal do Porto Canal, a iniciativa é financiada pelo Programa Cidadania Ativa da Fundação Calouste Gulbenkian e vai ser dinamizada, ao longo deste ano, pela estrutura artística Pele - Espaço de Contacto Social e Cultural.