Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Presidente da República esteve no Porto e visitou o Museu dos Clérigos
05-06-2016

O Presidente da República esteve hoje no Porto, almoçou com o Presidente da Câmara do Porto e com o Bispo do Porto e visitou o Museu dos Clérigos, a convite da Irmandade dos Clérigos.


Marcelo Rebelo de Sousa, que já durante a manhã tinha visitado a Fundação Serralves, onde decorre desde ontem o evento "Serralves em Festa", foi também, após a visita à Irmandade dos Clérigos, ao Mini Primavera Sound, a decorrer no Parque da Cidade, também na companhia de Rui Moreira.


A visita ao Museu dos Clérigos permitiu ao Presidente perceber as obras de requalificação recentemente realizadas e visitar a Torre dos Clérigos. O Chefe de Estado deu os parabéns à cidade, na pessoa de Rui Moreira, bem como à Irmandade e ao Bispo do Porto, por poderem dispor de tão importante monumento nacional.


No final da visita, questionado pelos jornalistas acerca das declarações de António Costa durante o Congresso do PS, afirmando que poderia apoiar independentes nas próximas eleições, Rui Moreira reafirmou a sua independência e anunciou que Miguel Pereira Leite seria a sua escolha para continuar à frente da Assembleia Municipal.


"O CDS já manifestou, também, interesse em apoiar e saber que o PS também apoia deixa-me satisfeito, mas será sempre uma candidatura independente e as candidaturas independentes não podem por definição fazer coligações", disse hoje no final da visita ao Museu dos Clérigos, na companhia do Presidente da República.


"Não tenho nenhum acordo formal com o PS, nem o pedi, o PS trata do assunto dentro daquilo que é o seu calendário, tem feito as audições que tem feito, junto com os seus eleitores. Eu irei apresentar uma lista e convidarei aqueles que eu considero que são os melhores e espero, naturalmente, apoio do PS, do CDS, de outros partidos, cidadãos independentes e de muitas pessoas para que consigamos formar uma lista que mereça mais uma vez o apoio maioritário dos cidadãos do Porto", disse ainda Rui Moreira.


"Apresentar-nos-emos às eleições, eu serei seguramente cabeça da lista a Câmara Municipal do Porto e o presidente da Assembleia Municipal será seguramente o meu escolhido para ser cabeça de lista para Assembleia Municipal. Depois, o resto decorre naturalmente", afirmou.


Segundo o Presidente da Câmara, "o eleitorado não é pertença de ninguém, ninguém pode pensar que é proprietário do voto das pessoas, neste caso da cidade não se trata de opções ideológicas, trata-se de escolhas pela cidade que nós na altura anunciamos e a que nos mantemos fiéis, em relação à cultura, coesão social e economia".


Ainda questionado pelos jornalistas, Rui Moreira não quis comentar as questões relacionadas com a eleição direta para as Áreas Metropolitanas, uma vez que "esse assunto está a ser debatido no seio da AMP e, por isso, seria deselegante estar a fazer qualquer comentário".