Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Posição da Câmara sobre o futuro do Coliseu do Porto será deliberada na próxima reunião de Executivo
05-03-2020

A posição a defender pelo Município do Porto na próxima Assembleia Geral da Associação dos Amigos Coliseu do Porto vai ser alvo de deliberação na próxima reunião de executivo, por iniciativa do presidente da Câmara. Rui Moreira já tinha pedido orientação ao Conselho Municipal de Cultura, que votou pela concessão do espaço, e leva agora a solução, que merece o acordo de Governo e Área Metropolitana, a votação por parte dos vereadores. Com parecer inequivocamente favorável daquele órgão consultivo, que reuniu por duas vezes, pode agora a solução ser alvo de deliberação do Executivo.


A proposta pretende dar mandato a Rui Moreira para, quando representar o Município na Assembleia Geral que decorrerá no próximo dia 13 de março, defenda a concessão do Coliseu, permitindo que as obras necessárias possam avançar e que a sala seja defendida, assim como os trabalhadores e a própria associação.


Na mesma reunião de Executivo, a realizar na segunda-feira às 10 horas, os vereadores serão também chamados a eleger o representante do Município na direção da Associação Amigos do Coliseu, propondo o presidente da Câmara a recondução de Nuno Lemos, quadro da Águas do Porto e anteriormente administrador da Porto Lazer, que já ocupa o mesmo cargo no Coliseu há alguns anos e sempre em representação do Município.


Quanto à escolha do presidente do Coliseu, ela é da responsabilidade da Assembleia Geral. Contudo, por acordo entre os três associados institucionais, com direito estatutário a nomear representante na direção, a escolha do presidente é rotativa, cabendo, desta vez, ao Governo indicar quem escolha para ocupar o cargo. A Área Metropolitana do Porto - o outro associado institucional - escolheu, por unanimidade, o nome de Maria João Castro, na última reunião do Conselho Metropolitano onde têm lugar os 17 municípios que o constituem. Na mesma reunião, foi também claro que o Conselho Metropolitano defende a concessão como solução para aquela importante sala do Porto.


A eleição dos novos órgãos dirigentes da Associação Amigos Coliseu do Porto ocorre em 2020, depois do mandato da atual direção ter terminado em dezembro de 2019. O Estado ainda não indicou quem quer que o represente na direção e presida no próximo triénio.