Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto recebe novo festival internacional de new media
23-03-2018
Pensar o lugar do corpo e da intimidade, num tempo em que o digital, a tecnologia e as inteligências artificiais parecem contaminar a experiência humana, é o mote do Festival Vivarium que se realiza neste fim-de-semana, no espaço Maus Hábitos

Workshops, performance, concertos, livros e dança compõem um alinhamento que "provoca encontros inusitados entre a cultura humanista e a cultura cibernética, questionando as nossas maneiras de fazer e usufruir das artes num mundo digital", descreve a organização. 

Segundo a curadora Marianne Baillot, o momento cultural que a cidade vive e o compromisso do Porto com o modelo de smart city compõem o contexto adequado a este festival de new media, que tem entre os nomes principais o do performer italiano Marco Donnarumma (na foto). Acrescem os do bailarino e coreógrafo Jonathan Schatz e do músico Nicolat Canot.

No Festival Vivarium - que é coproduzido pela Câmara do Porto com a Saco Azul e o Maus Hábitos, tendo também como parceiros o Ministério da Cultura e a Else Association - Portugal está representado, entre outros, por Pedro Oliveira (baterista de peixe: avião), Ícaro Pintor e Joaquim Pavão, que apresentam novos projetos, sendo ainda oportunidade para ver propostas de Silvestre Pestana, Miguel Palma, Diogo Tudela e Nerea Castro. 

No evento, participa ainda Gonçalo M. Tavares, que orientará um workshop baseado no livro Atlas do Corpo e da Imaginação. O escritor será igualmente convidado para uma conversa com António Cerveira Pinto, diretor artístico do The New Art Fest, sobre Questões Éticas e Estéticas Abertas pela Revolução Digital, a qual terá moderação de Marta Bernardes.