Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Rui Moreira quer assumir fiscalização e regulação dos STCP e Metro do Porto
22-09-2015

Rui Moreira disse ontem à noite em Assembleia Municipal que o Porto vai reclamar para si a fiscalização dos transportes públicos na cidade, "custe o que custar", pretendendo, dessa forma, regular a atividade da STCP na cidade.


"Não conheço nenhum país em que os presidentes de Câmara sejam ignorados quanto aos trajetos dos autocarros", disse aos deputados lembrando que "não existe nenhum país tão centralista quanto aos transportes públicos como Portugal, garantindo: "com a extinção da Autoridade Metropolitana de Transportes, o Município do Porto vai reclamar para si, admitindo vir a fazê-lo com outros municípios, a fiscalização e regulação. Vamos assumir-nos como autoridade. Custe o que custar".


O presidente da Câmara do Porto deixou bem claro: "com todo o respeito, não deixaremos que essa seja uma competência metropolitana, porque, com todo o rigor, o Porto é o único Município da AMP onde a Metro e STCP têm exclusividade".


Rui Moreira respondia, assim, a Pedro Baptista, deputado municipal da sua bancada independente, que o questionou sobre o que vai acontecer aos transportes da cidade com a subconcessão dos transportes. Sobre essa matéria, o presidente voltou a reiterar inteira confiança no Tribunal de Contas, mas anunciou a intenção de assumir a regulação do setor na cidade.