Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto preparado para uma Passagem de Ano segura
29-12-2017

Está tudo a postos na cidade do Porto para uma Passagem de Ano em segurança, e com mobilidade garantida pelos diferentes serviços de transporte, caso a intenção seja festejar a meia noite na Avenida dos Aliados. 


Esta tarde, em conferência de imprensa no Centro de Gestão Integrada (CGI), o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, salientou que o Plano de Mobilidade e Segurança para a noite da Passagem de Ano resulta de uma operação concertada entre a PSP, Polícia Municipal, Batalhão de Sapadores Bombeiros e Proteção Civil, que partilham aquele espaço desde junho de 2015.


Para o autarca, é inequívoco que o objetivo, traçado há quatro anos, de fazer do Porto um destino de Fim de Ano, "foi conseguido". Na base desta intenção havia três pressupostos fundamentais - o interesse da população na celebração da data, a dinamização do comércio tradicional e o combate à sazonalidade do turismo, tal como referiu.




Da PSP, na voz do comandante Ângelo Sousa, ficou o convite a toda a população: "Venham, divirtam-se e sintam-se em segurança". A operação global de segurança "de grande envergadura" vem sendo "planeada há algum tempo" e estende-se durante três dias: inicia-se já amanhã (sábado) e estende-se até dia 1 de janeiro de 2018. Acrescentou o comandante que, sempre em articulação com as entidades parceiras, estão preparadas "respostas a situações inopinadas que possam, eventualmente, surgir", dada a concentração de milhares de pessoas num espaço limitado.


Em comunicado, a PSP informou ainda que para esta operação "vão ser empenhados elementos policiais de diferentes valências, das quais se destacam Carros Patrulha, Pelotões Operacionais, Equipas de Intervenção Rápida, Equipas da Divisão de Trânsito, Equipas do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade, Equipas de Prevenção e Reação Imediata (EPRI), Divisão de Investigação Criminal e Força Destacada da Unidade Especial de Polícia".


Também no campo da mobilidade estão reunidas todas as condições para que a afluência da população à Avenida dos Aliados decorra de forma ordeira. Para tanto, observou-se a necessidade de efetuar condicionamentos de trânsito e de estacionamento em diferentes artérias da cidade.

Por isso, aconselhou na conferência de imprensa o diretor do Departamento Municipal da Mobilidade, Manuel Paulo Teixeira, que se recorra ao uso dos transportes públicos. "Os diferentes operadores estão articulados e a oferta garante toda a segurança e o conforto necessários".

Durante a noite da Passagem de Ano, Metro do Porto, STCP e CP reforçam a frequência das suas linhas .