Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto Património Mundial já está disponível no Google Cultural Institute
15-07-2015

O Porto Património Mundial está exposto, através de 59 trabalhos fotográficos, no Google Cultural Institute, plataforma que a Google criou em 2011 para a área da cultura. A exposição resulta de uma parceria entre a Universidade do Porto, a Google e o Google Cultural Institute, é a primeira concebida por uma universidade portuguesa para essa plataforma.


Os trabalhos foram feitos ao longo deste ano letivo por 20 alunos do Mestrado em História da Arte Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, havendo também imagens do Arquivo Histórico Municipal. O trabalho final é um olhar sobre o Porto antigo, com os seus ícones patrimoniais, mas também com alguma contemporaneidade, porque "o Porto Património Mundial tem de ser olhado numa direção voltada para o futuro", para o valorizar, realça Maria Leonor Botelho, professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e coordenadora do projeto.


Para o presidente da Câmara, a Universidade do Porto, "uma vez mais, assume-se como principal ator desta cidade, o ator do futuro desta cidade". Rui Moreira agradece também à Google "por apostar" no Porto, por permitir que a cidade e "aquilo que ela tem" também seja visto. "É claro que também queremos que aqueles que a vêm através de um clique venham cá", salienta, acrescentando: "Mas esse é o primeiro caminho. Às vezes, tudo começa num clique e tudo acaba num ato de amor".


"É um grande princípio. Queremos continuar com mais e mais colaborações", afirmou a diretora do Google Cultural Institute, a italiana Luisella Mazza.


Para esta exposição, ontem inaugurada na reitoria da Universidade do Porto, foram selecionadas "cerca de 150 imagens" sobre o Centro Histórico do Porto e, dessas, 59 foram eleitas para a exposição. Imagens que procuram mostrar uma cidade que tem "um passado com futuro, de acumulações, burguesa, cosmopolita e que se espreita" - e agora à distância de um clique.