Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto, Matosinhos e Gaia assinam compromisso para a criação da Frente Atlântica do Porto
12-12-2013

Carta de Compromisso dos Municípios da Frente Atlântica do Porto


Áreas e modelo organizacional de trabalho


As várias dimensões da vida dos municípios - ambientais, económicas, sociais e culturais - estão interligadas e não se esgotam nas fronteiras administrativas de cada território. O sucesso do seu desenvolvimento apenas poderá ser alcançado através de uma abordagem integrada. As medidas relacionadas com a renovação do espaço físico têm de ser combinadas com a promoção da educação, do desenvolvimento económico, da coesão social e da proteção do ambiente.
Neste contexto, a Carta de Compromisso dos Municípios da Frente Atlântica do Porto, nesta data assinada pelos presidentes das Câmaras Municipais de Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia, pretende afirmar-se como uma ferramenta transmunicipal para implementar uma estratégia de políticas territoriais, em áreas fundamentais.


O objetivo é, a partir de uma plataforma institucional que congrega interesses comuns, aproveitar sinergias, ganhar escala, partilhar conhecimento e desenvolver projetos que, respeitando a diversidade, promovam o melhor aproveitamento dos recursos públicos próprios dos três municípios, mas também dos fundos de apoio ao desenvolvimento regional e à coesão que venham a ser disponibilizados no âmbito do próximo Quadro Comunitário de Apoio.


Identificaram-se alguns objetivos de interesse comum: 
- Promoção económica conjunta da frente atlântica;
- Áreas de candidatura conjunta na formação e emprego;
- Defesa conjunta de ativos e infraestruturas económicas regionais;
- Promoção de políticas conjuntas de turismo, lazer e animação;
- Perceção de rede de equipamentos culturais e educacionais e sua evolução;
- Convergência nas áreas sociais; 
- Articulação das questões de Mobilidade e Infraestruturas comuns.


Assim os municípios vão convergir numa proposta de trabalho comum nos próximos 120 dias, convocando para o efeito técnicos em cada uma das áreas para o trabalho conjunto.
Os municípios vão promover um conjunto de iniciativas para suscitar a participação dos cidadãos com vista a elaboração de um documento final, das "Políticas da Frente Atlântica do Porto" que deverá ser consensualizado e aprovado nos três municípios.


O documento servirá de ferramenta às candidaturas transmunicipais a apresentar ao próximo Quadro Comunitário de Apoio e como base de ponderação, pelos três Municípios, da eventual formalização de relações institucionais na perspetiva de uma Associação dos Municípios da Frente Atlântica do Porto, entendida como modelo institucional adequado.


Os municípios subscritores iniciam, desde já, uma estratégia de consultas e troca de informações relativas as matérias que manifestamente tenham ou possam ter incidências além da área estrita dos respetivos municípios.


Porto, 12 de dezembro de 2013