Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto Innovation Hub com exposição que mergulha nas profundezas do Oceano
23-03-2017

"Mar de Inovação - Explore as profundezas do Oceano", é o título da exposição que hoje inaugurou no Porto Innovation Hub e que vai estar patente ao público, de forma gratuita, a partir de amanhã e até 15 de maio.


Na pré-abertura desta exposição, organizada em conjunto com a Universidade do Porto, o presidente da Câmara, Rui Moreira, lembrou a importância deste espaço, inaugurado em dezembro do ano passado, para promover a discussão "sobre como a inovação pode transformar a cidade", recordando que, ao longo destes últimos três meses, "foram aqui realizadas 25 sessões abertas, envolvendo 140 convidados e mais de 2.220 participantes", enumerou.

 

"É fundamental que a cidade esteja sempre a discutir-se para que também se possa reinventar. Esta exposição é disso um bom exemplo, até porque o seu tema principal corresponde a uma área em que o Porto tem ainda um enorme potencial de crescimento", destacou.





Concretizada em apenas dois meses, a exposição foi desenvolvida em parceria com a Universidade do Porto, com coordenação do OCEANUS, Centro de Competências para as Ciências e Tecnologias do Mar. Para Sebastião Feyo de Salgado, Reitor da Universidade do Porto, "esta iniciativa tem tudo a ver com a cidade e tem tudo a ver com a nossa Universidade, na medida em que nos permite continuar a fazer a transferência do conhecimento para a economia"


Reunindo aquilo que de melhor é feito pela Universidade do Porto na área do mar, a exposição pretende explorar todo o potencial do Mar no contexto da inovação, investigação e potencial económico, nomeadamente no que se refere ao desenvolvimento de novas empresas tecnológicas.

 

Seguindo-se à exposição sobre "O Parque da Cidade", que esteve patente naquele espaço até ao início do passado mês de fevereiro, a nova exposição aborda o tema do Oceano e o seu enquadramento no contexto da cidade do Porto de forma abrangente, procurando uma perspetiva variada: desde Augusto Nobre, pioneiro do estudo da Biologia Marinha em Portugal, às atuais entidades vinculadas à Universidade do Porto que têm vindo a explorar novas tecnologias e métodos de investigação marinha internacionalmente reconhecidos.

 

No espaço expositivo do PIH estão presentes variados dispositivos de modo a possibilitar a devida visualização e conhecimento da informação apresentada. A exposição vai estar patente ao público até ao próximo dia 15 de maio.