Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto Fiware é sucesso no Mundo
01-12-2015

O Porto é uma das 75 cidades de todo o mundo a integrar o "Open and Agile Smart Cities  (OASC) ", a iniciativa tecnológica, FIWARE, que ajuda a melhorar o uso de dados abertos, em tempo real, e a partilha de boas práticas e tecnologias entre cidades. Em Portugal só cinco cidades integram esta plataforma digital, de âmbito internacional: Porto, Lisboa, Fundão, Palmela, Penela e Águeda.

 

Segundo a revista Smart Cities, disponível em versão papel e online, "o Porto, por exemplo, está entre os casos de sucesso, tendo sido dos primeiros participantes na OASC a publicar open data em tempo real, através do FIWARE - uma plataforma aberta que disponibiliza, entre outras, uma API (Interface de Programação de Aplicações) específica para a OASC que permite recolher, publicar e consultar a big data de smart cities em tempo real".
  

A Ubiwhere, empresa de software de portuguesa e parceira da FIWARE, foi a responsável pela instalação desta plataforma no Porto, que permite um acesso fácil a todos os dados recolhidos pelas diferentes plataformas de sensores disponíveis na Invicta como UrbanSense, VideoSensing e One.Stop.Transport. A Águas do Porto foi uma das parceiras, através da qual a agregação de dados de mais de 20 mil sensores, permitiu monitorizar o consumo de água.


Rui Costa, fundador da Ubiwhere explicou que esta é "a oportunidade de fazer algo numa cidade como o Porto e, depois, trabalhar com outras empresas, desenvolvendo soluções em outras cidades e países, replicando as melhores práticas e bases tecnológicas", citou a revista Smart Cities.

 

A plataforma FIWARE também integra dados de mobilidade fornecidos por mais de duzentos veículos da frota do município que funciona como um scanner de mobilidade em larga escala.

 

Todos esses dados são disponibilizados através do nó FIWARE implantado na cidade, testado já em várias aplicações verticais usadas pelo Centro Gestão Integrado.

 

Em termos mundiais, e pioneira no projeto está Amesterdão, uma das cidades que se evidencia pela implementação de uma rede de dados Internet of Things (IoT) ao nível de toda a cidade, que, uma vez associada ao FIWARE, estabelece a base de IoT sobre a qual as empresas podem trabalhar. A cidade holandesa irá fornecer soluções para abordar questões de estacionamento, melhorar as condições das ruas, apoiar a partilha de dados sobre políticas e lidar com as políticas de poluição atmosférica.


Notícias Relacionadas:

- Porto participa no Smart City Expo