Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Movida do Porto no roteiro europeu da noite segura
22-05-2017

O Porto acaba de entrar no roteiro europeu da "noite segura" ("Safer Nightlife") com a implementação de certificação "Quality In", que permite intervenções adaptadas à realidade de cada território de animação noturna. Já adotado em cidades como Bruxelas, Barcelona, Paris ou Berlim, o projeto assume, por cá, a designação SAFE!N Porto e traduz-se num trabalho concertado a desenvolver na zona da movida definida em regulamento municipal.


Implementado pela Câmara com a Agência Piaget para o Desenvolvimento - única entidade nacional na Rede Europeia Party+, responsável pela atribuição da certificação -, o projeto visa contribuir para a melhoria das condições de saúde e segurança em contextos de diversão noturna.


De acordo com Ana Cláudia Almeida, diretora da Movida da autarquia, em causa está um modelo europeu que, "partindo de uma série de diretrizes e recomendações comuns, permite o desenvolvimento de soluções à medida das necessidades específicas de cada cidade".


Com base neste modelo, o plano "noite segura" a desenvolver-se no Porto pressupõe a criação de grupos integrando os mais diversos agentes que partilham a zona da movida: moradores, empresários e responsáveis de estabelecimentos abertos, decisores políticos, forças de segurança, técnicos sociais e frequentadores dos espaços irão construir, de forma participativa e "numa perspetiva de intervenção comunitária", como sublinha a mesma fonte, as soluções que de facto se ajustam ao contexto local.


A par desta concertação, o SAFE!N Porto encerra ações de formação direcionadas aos estabelecimentos noturnos. Legislação, gestão de conflitos, situações ou comportamentos de risco serão algumas áreas por que passa o conteúdo programático.


Apresentada esta tarde pelo vereador do Comércio, Turismo e Fiscalização, Manuel Aranha, a certificação europeia que agora chega ao Porto envolve, assim, a formação reconhecida de colaboradores de bares e discotecas em Saúde e Segurança na noite; intervenções de proximidade, no que se inclui a distribuição de material de prevenção (por exemplo, flyers, testes de álcool ou preservativos); e a atribuição da Certificação Noite Segura "Quality In" a espaços de diversão noturna que adotem o conceito, mostrando deste modo uma preocupação maior com clientes diretos e comunidade em geral.


O selo "Quality In", por tudo o que envolve, vem dar projeção à noite do Porto no espaço europeu, reconhecendo-lhe mais segurança e qualidade, mas também afirmar um modelo de cidadania ativa feito do encontro de distintos agentes.