Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto e mais cidades da UE unem esforços para liderar a transformação digital
31-01-2020

Uma rede de cerca de 60 cidades da EUROCITIES, incluindo o Porto, assinou hoje uma declaração política em que se compromete a conjugar esforços para impulsionar a transformação digital sustentável nas cidades e nas comunidades da União Europeia. A cerimónia decorreu no Cities Forum 2020, que termina hoje na Alfândega do Porto.


A assinatura do presidente da Câmara do Porto juntou-se a de outras cidades, como Madrid, Barcelona, Roterdão, Sevilha, Florença, Zagreb ou Eindhoven. E durante a sessão mais quatro cidades subscreveram a declaração online, podendo outros centros urbanos europeus juntarem-se também a este compromisso.


Numa altura em que as cidades são confrontadas com um leque cada vez maior de desafios, a declaração "constitui um passo importante no lançamento da 'forma europeia' de transformar digitalmente as cidades e as comunidades. Esta abordagem assegurará a liderança tecnológica da UE, respeitando os valores e a diversidade europeus, bem como os direitos digitais dos indivíduos", assinala o texto que mereceu o consenso, até ao momento, de 20 cidades europeias.

O documento sublinha ainda que o incentivo à utilização de soluções digitais, "aprovadas conjuntamente, pelas regiões, as cidades e as comunidades", contribuirá para "colmatar o fosso digital e reduzir as desigualdades, para uma coesão territorial mais forte". Prevê, por isso, "a implantação e a expansão de plataformas abertas, interoperáveis, intersetoriais e transfronteiriças".

Num outro plano, a declaração política da EUROCITIES relativa ao digital upscalling, sob o lema "Join, Boost, Sustain"não dissocia este necessário de transformação digital do cumprimento dos objetivos das cidades para a agenda climática e para a redução da pegada ambiental.

Até ao final deste primeiro trimestre, deverá ser criado um conselho de direção de governação a vários níveis para fazer avançar com todos compromissos expressos na declaração e assegurar o seu cumprimento até 2025. "Este conselho de direção reunirá forças e recursos e melhorará o diálogo e a colaboração entre as partes interessadas, a fim de impulsionar a transformação digital sustentável das cidades e das comunidades", conclui a declaração.

Município apresentou trabalho desenvolvido na área da inovação

Antes da assinatura da declaração, a sessão iniciou com um painel que procurava demonstrar o que é que as cidades já têm feito pela transformação digital, em que ponto estão e, ainda, para onde pretendem ir. O vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, responsável pelo pelouro da Inovação e Ambiente, destacou, a este nível, o trabalho que o Município tem feito através da Associação Porto Digital, em dois domínios: no domínio das infraestruturas, permitindo que praticamente toda a cidade esteja coberta com rede wi-fi nos espaços públicos (além de milhares de quilómetros de fibra ótica); e no envolvimento das startups na procura de soluções inovadoras.

Também internamente, referiu Filipe Araújo, o Município do Porto tem investido na transição digital e no redesenho dos serviços, com foco na gestão da inovação.