Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto Design Biennale é aposta dos municípios na promoção da cultura e da economia da região
18-09-2019
A grande colaboração entre dois municípios vizinhos que têm uma estratégia comum em diferentes domínios volta a dar resultados: foi hoje apresentada e começa amanhã a 1.ª PDB - Porto Design Biennale, que prevê atrair 100 mil visitantes a diferentes espaços do Porto e Matosinhos.

A aproximação entre os dois concelhos foi enfatizada pelo presidente da Câmara do Porto e do board da bienal, Rui Moreira, na conferência de imprensa desta manhã, na Galeria Municipal do Porto, onde foi apresentado detalhadamente o evento que, até 8 de dezembro, promove uma série de exposições, conferências e workshops.

Acompanhado pela presidente da Câmara de Matosinhos e vice-presidente do board da bienal, Luísa Salgueiro, Rui Moreira revelou que o orçamento da Porto Design Biennal é superior a um milhão e 400 mil euros - correspondendo 860 mil euros ao investimento do Porto e 540 mil euros ao de Matosinhos - e sublinhou a importância que os dois municípios atribuem ao design, reconhecendo que este é atualmente "um dos aspetos mais significativos da cultura da cidade e da região".

As componentes cultural e também económica do design, cuja visibilidade a bienal pretende ampliar até fora da região e do país, foram igualmente frisadas pelo autarca, que recordou a propósito ter já o Porto organizado várias iniciativas neste domínio, com particular relevo para a exposição "Design by Porto, Porto by Design: 4 anos de design da Câmara do Porto", realizada há dois anos para dar a conhecer o trabalho realizado nesta área por dezenas de designers e pelo Município.

O Porto tem, assim, uma marca e um papel agregadores que "não queremos combater", como reconheceu a autarca de Matosinhos, contrapondo com as vantagens de trabalhar em conjunto para objetivos comuns e falando do trabalho consecutivo que vem sendo feito no que toca ao design. Aliás, Luísa Salgueiro recordou ser no seu concelho que está sediada a ESAD-IDEA, entidade que assume a organização da Porto Design Biennal, e que o evento virá reforçar a estratégia dos dois concelhos de investimento na promoção do design.





No mesmo sentido se pronunciou o curador-geral do evento, José Bártolo, que elogiou a estratégia pública partilhada por Porto e Matosinhos quanto ao design e considerou-a mesmo essencial para esta iniciativa que tem tudo para ser "o evento mais importante na área da cultura do design em Portugal". José Bártolo explicou seguidamente os detalhes do programa dedicado às "Tensões do novo milénio", e avançou que as expectativas são as de atrair cerca de 100 mil visitantes aos diversos acontecimentos da bienal.

A conferência de imprensa - em que intervieram também Maria Milano, curadora de "Territorio Italia" que sistematiza a presença de Itália enquanto país convidado, e Francisco Providência, curador do "Projeto Escolas" que convoca as 35 escolas superiores de design existentes em Portugal - teve lugar por entre a exposição de entrada livre "MILLENNIALS - Design do Novo Milénio", cuja inauguração está marcada para as 22 horas desta quinta-feira, dia 19, e assinala o arranque formal da 1.ª PDB - Porto Design Biennale.