Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto de Leixões estabelece em 2017 um recorde histórico de mercadorias
24-01-2018
O ano passado foi, definitivamente, muito positivo para o Porto de Leixões, que estabeleceu novos recordes de movimentação. Sabe-se agora que a estrutura portuária da região teve em 2017 um "recorde histórico" de mercadorias movimentadas, com 19,5 milhões de toneladas de carga - ou seja, mais 8% do que em 2016.

Segundo avança em comunicado a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), em 2017 foram movimentadas mais 1,2 milhões de toneladas do que em 2016 e mais 725 mil toneladas do que em 2015, ano que até agora detinha o recorde histórico.

Em 2017 também o movimento de granéis líquidos e de carga "ro-ro" (abreviatura da expressão "roll on'/'roll off", aplicada quando a carga entra no navio pelos seus próprios meios, sem necessitar do auxílio de gruas) atingiu valores históricos, com um incremento de 18% face a 2016 em ambos os casos. "No 'ro-ro' foi superada, pela primeira vez, a barreira de um milhão de toneladas", faz notar a APDL.

Durante o ano passado o Porto de Leixões apresentou uma média mensal superior a um milhão e meio de toneladas movimentadas (1.626.366 toneladas), com os meses de maio e de outubro "a contribuírem de forma expressiva para o sucesso do balanço de mercadorias".

Relativamente às principais mercadorias exportadas em 2017, destacaram-se a carga contentorizada, os produtos refinados diversos, o ferro/aço e o granito, enquanto entre as principais mercadorias importadas estiveram o petróleo em bruto, a estilha de madeira e a sucata de ferro.

Recorde-se que, ainda em 2017, o Porto de Leixões registou um novo máximo histórico em escalas, com os dois terminais a receberem, no seu conjunto, 100 escalas e quase 96 mil passageiros