Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Camélias no Porto em março
25-02-2015

A Exposição de Camélias do Porto, que este ano celebra a sua vigésima edição, a 7 e 8 de março, no Mosteiro de S. Bento da Vitória, vai alargar o seu âmbito à cidade, com várias iniciativas que se prolongam até 14 de março, sempre tendo a camélia como mote.


O Porto sempre foi conhecido pelo seu forte apego às camélias, cuja espécie, originária do sudeste asiático e também conhecida por japoneira, é já considerada "património natural e cultural" da cidade.


Considerada por muitos como "a rainha das flores", foi a partir do Porto que a camélia partiu para conquistar todo o norte de Portugal e também a Galiza. Entre as quase 400 espécies de camélias exclusivamente portuguesas, há mesmo uma que, florindo no mês de março, tem ela própria o nome de "Cidade do Porto".


Esta estreita ligação entre o Porto e as camélias tem sido anualmente perpetrada com a organização de uma exposição que, em 2015, cumpre a sua vigésima edição, nos dias 7 e 8 de março. Mas este evento será apenas o ponto de partida de um intenso programa de ações e iniciativas que se estenderá a vários locais da cidade, até 14 de março.


O objetivo é convidar todos os que vivem ou visitam a cidade por esta altura a conhecerem mais de perto esta flor e a sua longa e estreita ligação com a cidade, num evento estruturante que inaugurará uma nova marca e identidade: "Porto. Cidade das Camélias", da autoria da STILL urban design.


Organizada pela Câmara Municipal do Porto, através do seu Pelouro do Ambiente e da empresa municipal PortoLazer, em conjunto com a Associação Portuguesa das Camélias, a Exposição de Camélias do Porto terá este ano lugar, e pela primeira vez, nos Claustros do Mosteiro de S. Bento da Vitória.