Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Centros Históricos em festa
24-03-2016

A cidade do Porto vai assinalar a 2 de abril o Dia Nacional dos Centros Históricos, propondo mais de 80 atividades, a maioria de acesso livre, que se prolongarão por todo o dia e ao longo da noite em diversos locais do Centro Histórico.


Respondendo ao convite lançado pela Câmara do Porto, mais de três dezenas de entidades vão associar-se a este evento, abrindo as portas dos seus espaços para a concretização de algumas destas iniciativas, dando a conhecer aos visitantes, nacionais e estrangeiros, o Centro Histórico do Porto, classificado em 1996 como Património Cultural da Humanidade.


O programa, que se iniciará logo a partir das 9,30 horas e se prolongará até ao início da madrugada, incluirá visitas guiadas a monumentos e museus, teatro, cinema de animação e documentários, performances, concertos, feiras e mercados, conferências, debates, circuitos pelas ruas históricas, passeios de barco e autocarro panorâmico, exposições, oficinas pedagógicas e muita animação de rua.


O objetivo deste programa concertado de atividades é promover e divulgar o Centro Histórico do Porto, dando a conhecer as suas particularidades e apelando, também, à sua conservação e valorização.


Recorde-se que a cidade do Porto tem vindo a associar-se, desde 2008, às celebrações promovidas pela Associação Nacional de Municípios com Centro Histórico, procurando, ano após ano, envolver um número cada vez mais alargado de entidades, públicas e privadas, sediadas no Centro Histórico.

 

CONHECER O CENTRO HISTÓRICO A PARTIR DA MURALHA FERNANDINA


Com uma forte aposta no programa de animação, a Câmara do Porto desenvolveu este ano um conceito de percurso em torno da Muralha Fernandina, convidando o público a contornar o Centro Histórico através deste elemento patrimonial, que no seu traçado original se estendia por 2,6 quilómetros, delimitando uma área com cerca 44,5 hectares.


Embora somente algumas  partes da muralha tenham resistido ao tempo, pretende-se, com este percurso, reavivar a memória da sua construção, permitindo ao visitante ter uma melhor perceção do Centro Histórico e da sua delimitação pela muralha, que é hoje simultaneamente real e imaginária.


Nesse contexto, e ao longo da tarde do dia 2 de abril, vão ser organizadas várias visitas pedestres ao traçado original da Muralha Fernandina, guiadas por alunos da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, mas também viagens pela muralha invisível, em percursos encenados e protagonizados por oito performers, tanto quantas as portas existentes ao longo do traçado.


Ao longo do percurso, dez peças sonoras produzidas pela Rádio Manobras, com a voz de habitantes do Centro Histórico do Porto, irão contextualizar cada um dos dez pontos identificados com informação sobre a Muralha.


E porque o dia é de celebração, esta viagem pelo passado e presente da Muralha Fernandina será ainda pontuada por vários momentos de música medieval, danças renascentistas, artes circenses e performances itinerantes.


Imbuídos deste espírito, os mercados e as feiras de rua também vão invadir o Centro Histórico ao longo do dia, com edições especiais do Flea Market (Passeio das Virtudes), do Mini Porto Belo (Praça Carlos Alberto), das Feiras Francas (Palácio das Artes) e do Urban Market (Mercado Ferreira Borges).


Os passeios pela cidade em autocarros panorâmicos, as viagens de tuk-tuk ao "miolo" do Centro Histórico e os cruzeiros pelas famosas pontes do rio Douro são outras das propostas a ter em conta.


Ao fim da tarde, destaque também para a iniciativa "Um Objeto e Seus Discursos Por Semana", na Fundação Maria Isabel Guerra Junqueiro, dedicada à pintura "Visão de Tondale", cuja autoria é atribuída ao mestre flamengo Hieronymus Bosch.


À noite, a programação terá como epicentro o Terreiro da Sé, com a apresentação do momento performativo "Charanga Monumental", a partir das 21,30 horas, seguido do espetáculo multimédia "Sinfonia de uma Cidade", no Largo Pedro Vitorino, espaço que acolherá também, a partir das 23 horas, uma edição especial do Porto Sounds, com o concerto de Captain Boy e a performance audiovisual SINO, a partir da meia-noite.