Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto celebra ao longo do mês o Dia Internacional da Proteção Civil com várias atividades pela cidade
02-03-2020

O Município do Porto tem preparado um conjunto de simulacros para celebrar o Dia Internacional da Proteção Civil, assinalado neste domingo, dia 1 de março. Na tarde desta segunda-feira o Centro de Gestão Integrada, "quartel-general" do Batalhão dos Sapadores Bombeiros do Porto (BSB), acolheu uma das ações que estão programadas ao longo do mês. 


Batalhão dos Sapadores Bombeiros, Proteção Civil Municipal, PSP, Polícia Municipal, Direção Municipal da Mobilidade, Direção Municipal do Ambiente, representantes das Juntas de Freguesia e ainda outros elementos de direções e estruturas municipais participaram no simulacro, numa perspetiva multidisciplinar que convoca várias valências.

Designado de Exercício de Posto de Comando - CPX (Command Post Exercise) "Porto Intempérie 2020", a ação que decorreu nas instalações do CGI (Rua da Constituição), teve como objetivo testar a operacionalidade do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil e respetivas ações de resposta associadas à ocorrência de fenómenos meteorológicos extremos.

Ao longo do Mês da Proteção Civil estão ainda agendadas várias atividades de sensibilização direcionadas para os alunos do ensino básico público do Porto. Os simulacros terão como tema o incêndio urbano e incidirão sobre as principais causas e medidas de autoproteção.

O Dia Internacional da Proteção Civil, instituído pela Organização Internacional de Proteção Civil (OIPC), é celebrado, anualmente, a 1 de março, data em que entrou em vigor a Constituição da mencionada organização.

Em Portugal e no mundo, o propósito da comemoração da data é o de sensibilizar os vários países para a importância da proteção civil, prestando tributo a todos os agentes que atuam neste campo. Além disso, a efeméride procura promover a reflexão e o diálogo em torno dos riscos a que territórios e populações estão sujeitos, e o papel que cabe a cada um de nós, cidadãos, no esforço coletivo de criação de comunidades resilientes, próprias das sociedades mais desenvolvidas.

Aliás, em 2020 o tema é precisamente "Civil Defence and First Aider in Every Home", o que vem sublinhar o papel fundamental que um cidadão bem preparado desempenha em caso de emergência ou ocorrência de catástrofe, destacando o papel ativo que pode e deve ter na sua proteção e na segurança coletiva.

A Proteção Civil surgiu em 1949 no protocolo 1 do Tratado de Genebra "Proteção das vítimas dos conflitos internacionais armados", definindo-se como um sistema nacional de gestão dos serviços de emergência que proporciona assistência e proteção a toda a população perante um desastre ou acidente.

Em Portugal comemora-se a data oficialmente como Dia da Proteção Civil, no mesmo dia 1 de março, sendo uma efeméride criada pelo Despacho 6915/2008 de 21 de fevereiro do Ministro da Administração Interna.

Desde então, o Dia da Proteção Civil é assinalado, a nível distrital e nacional, com diversos eventos promovidos pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e, sobretudo, pelos seus Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS), em colaboração com numerosas entidades, entre as quais escolas, corpos de bombeiros, câmaras municipais, juntas de freguesias e demais agentes que integram o sistema nacional de proteção civil, junto das comunidades locais e dos cidadãos, promovendo a realização de simulacros nas escolas, visitas a quartéis de bombeiros, seminários, exposições e/ou de jornadas de reflexão alusivas à temática, de forma a sensibilizar a população para a área da proteção civil.