Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto adere ao projeto "GrowSmarter", por uma Europa mais inteligente e sustentável
10-02-2015

Presidentes de Câmara e delegados de algumas cidades europeias e líderes da indústria estão reunidos hoje, em Estocolmo (Suécia), para assinalar o lançamento de um novo projeto - GrowSmarter -, no valor de 25 milhões de euros e desenhado para contribuir para uma Europa mais sustentável e ambientalmente mais inteligente, esperando que venha a criar até 1.500 novos postos de trabalho.


O projeto será liderado por Estocolmo, Colónia e Barcelona que serão as "cidades farol", implementando 12 soluções de cidades inteligentes: da tecnologia de informação e comunicação avançada e mobilidade urbana com melhores ligações à eficiência energética. As soluções serão aplicadas num conjunto de áreas urbanas, incluindo o centro das cidades, áreas suburbanas e áreas industriais, assegurando uma amostra representativa de cidades europeias.


O Porto será uma das cinco cidades, juntamente com Cork, Graz, Malta e Suceava que trabalhará em estreita associação com as "cidades farol" para desenvolver estas experiências num contexto local e regional, dando seguimento ao trabalho já em curso nesta área.


Para Filipe Araújo, Vereador do Ambiente da Câmara Municipal do Porto, "a participação da cidade do Porto neste projeto é uma prova da excelência da qualidade do trabalho desenvolvido na região, e mais importante ainda, é a demonstração da solidez da estratégia que o município se encontra a desenvolver para a área das Smart Cities".


GrowSmarter é um modelo de organização de cidades do futuro - trabalhando em conjunto no sentido de reduzir o impacto ambiental, fortalecer o crescimento local e melhorar a vida nas cidades. Estima-se que, em 2050, haja mais de seis milhões de pessoas a viver em áreas urbanas. Esta tendência exige uma nova reflexão sobre as cidades - o desenvolvimento de um pensamento inteligente.


A combinação de Soluções Inteligentes, a serem apresentadas em contexto urbano, procura satisfazer as necessidades de três pilares de sustentabilidade: social, ambiental e económico. O projeto, além do potencial para criar o equivalente a 1.500 postos de trabalho em toda a Europa, visa reduzir o consumo de energia em cerca de 60 por cento, bem como reduzir em 60 por cento ao nível de projeto, as emissões de transporte na União Europeia.


Liderado por uma equipa de parceiros europeus, incluindo ICLEI - Local Governments for Sustainability, parceiros de tecnologia ambiental e autoridades locais, o projeto foi fundado pela Comissão Europeia no âmbito do programa Horizonte 2020 e terá a duração de cinco anos.


+ Info: www.grow-smarter.eu